Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Diferenças imagéticas. Considerações sobre a técnica e o símbolo no contexto comunicacional

Eduardo Portanova Barros, Anelise Angeli De Carli, Danilo Fantinel

Resumo


A pesquisa acadêmica que se debruça sobre os processos comunicacionais, muito frequentemente, tem escolhido como objeto de investigação os produtos da cultura visual contemporânea. A fim de contribuir para aproximações concêntricas junto aos Estudos da Imagem, este artigo pretende retomar posicionamentos teóricos a respeito de duas noções que, neste campo de pesquisa, costumam-se chamar “imagem técnica” e “imagem simbólica”. Recuperando algumas definições dos Estudos da Imagem e do Imaginário, procuramos observar as diferenças entre estas duas ordens de imagens e suas possíveis articulações. Buscamos, ainda, compreender como tais imagens se apresentam e como se dá a relação delas com a socialidade contemporânea, situando-as como motivadoras de pesquisa em Comunicação.


Palavras-chave


Imagem, imaginário, símbolo, técnica, comunicação.

Texto completo:

PDF

Referências


BACHELARD, G. A epistemologia. Lisboa: Edições 70, 2010.

BACHELARD, G. A terra e os devaneios da vontade: ensaio sobre a imaginação das forças. São Paulo, Martins Fontes, 2001.

BACHELARD, G. O ar e os sonhos. São Paulo: Martins Fontes, 1990.

BAITELLO JR., N. A era da iconofagia: reflexões sobre imagem, comunicação, mídia e cultura. São Paulo: Paulus, 2014.

BARROS, A. T. M. P. O imaginário e a hipostasia da comunicação. In: Revista Comunicação, Mídia e Consumo, ESPM, v. 10, n. 29, set.-dez. 2013, p. 13-29.

BAZIN, A. “Ontologia da imagem fotográfica”. In: XAVIER, I. (org.). A experiência do cinema: antologia. Rio de Janeiro: Graal, 1983, p. 121-128.

BAZIN, A. What is cinema? V. 1. Los Angeles: University of California Press, 1984.

DEBORD, G. A sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

DEBRAY, R. Vida e morte da imagem: uma história do olhar no Ocidente. Petrópolis: Vozes, 1993.

DURAND, G. A imaginação simbólica. Lisboa: Edições 70, 1995.

DURAND, G. As estruturas antropológicas do imaginário: introdução à arquetipologia geral. São Paulo: Martins Fontes, 2012.

DURAND, G. O imaginário: Ensaio acerca das ciências e da filosofia da imagem. Rio de Janeiro: Difel, 1998.

ELIADE, M. Imagens e símbolos: ensaio sobre o simbolismo mágico-religioso. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

FLUSSER, V. Filosofia da caixa preta: ensaios para uma filosofia da fotografia. São Paulo: Annablume, 2011.

FLUSSER, V. O universo das imagens técnicas: Elogio da superficialidade. São Paulo: Annablume, 2008.

JUNG, C. G. O eu e o inconsciente. Petrópolis: Vozes, 1978.

JUNG, C. G. Os arquétipos e o inconsciente coletivo. Petrópolis: Vozes, 2002.

MACHADO, A. Pré-cinemas & pós-cinemas. Campinas, SP: Papirus, 1997.

MAFFESOLI, M. O tempo retorna: formas elementares da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Forense, 2012.

MAFFESOLI, M. “Mediações simbólicas: a imagem como vínculo social”. In: MARTINS, F. M.; SILVA, J. M. (orgs.). Para navegar no século XXI. 3ª ed. Porto Alegre: Sulina/EdiPUCRS, 2003, p. 37-48.

MORIN, E. Introdução ao pensamento complexo. Lisboa: Instituto Piaget, 1991.

MORIN, E. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

TEIXEIRA COELHO, J. Dicionário crítico de política cultural. São Paulo: Iluminuras, 1997.

VIRILIO, P. A máquina de visão. 2ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.1982-677X.rum.2016.103232

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




RuMoRes é publicada por MidiAto – Grupo de Estudos de Linguagem e Práticas Midiáticas (ECA-USP) e está voltada para a divulgação de artigos científicos e resenhas que contribuam para o debate sobre comunicação, cultura, mídias e linguagem. Classificada como B1 no Qualis Periódicos da Capes, a revista recebe artigos originais e inéditos em sistema de fluxo contínuo.

ISSN: 1982-677X

contato: rumores@usp.br

facebook: www.facebook.com/revistarumores

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.