Namorando o Brasil

o caso do filme "Romance no Rio"

  • Arthur Autran Universidade Federal de São Carlos
Palavras-chave: Cinema Argentino, Brasil, Exibição, História do Cinema

Resumo

Este artigo aborda o filme Romance no Rio (Caminito de gloria, Luis Cesar Amadori, 1939), produzido no período do cinema clássico argentino. Partindo do contexto da realização da película pela produtora Argentina Sono Film, o texto descreve e analisa o lançamento comercial no Brasil e sua repercussão na imprensa. O artigo também discute a presença do Brasil e de elementos associados à sua cultura em Romance no Rio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arthur Autran, Universidade Federal de São Carlos

Bacharelado em Comunicação Social pela Universidade de São Paulo (1994), mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (1999) e doutorado em Multimeios pela Universidade Estadual de Campinas (2004). Atualmente é Professor Associado no Departamento de Artes e Comunicação da Universidade Federal de São Carlos atuando no Bacharelado em Imagem e Som, no Programa de Pós-Graduação em Imagem e Som e no Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade.

Referências

ALENCAR, R. “Cineromance – Romance no Rio”. A Scena Muda, Rio de Janeiro, v. 19, n. 976, 5 dez. 1939. P. 13-20.

AUTRAN, A. “A guerra gaúcha: o cinema argentino no Brasil (1935-1945)”. Intercom – Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 39, n. 1, jan. abr. 2016. P. 139-158. http://portcom.intercom.org.br/revistas/index.php/revistaintercom/article/view/2359

CAMINITO de gloria. Heraldo del Cinematografista, Buenos Aires, v. 9, n. 426, 27 set. 1939. P. 152.

CASTRO, R. Carmen: uma biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

CINEMA Argentino. Cinearte, Rio de Janeiro, v. 15, n. 528, 1 fev. 1940. P. 42, 43 e 49.

CINEMAS. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 13 jan. 1940. P. 11.

CINEMAS. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 14 jan. 1940. P. 5.

CINEMATOGRAFIA Argentina por el Mundo, La. Cine Argentino, Buenos Aires, v. 3, n. 94, 22 fev. 1940.

CINEMATOGRAPHIA. Correio Paulistano, São Paulo, 25 jan. 1940. P. 8.

ESPAÑA, C. Medio siglo de cine. Buenos Aires: Abril, 1984.

LIBERTAD Lamarque não é apenas cantora de tangos... Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 9 jan. 1940. P. 13.

LIBERTAD saluda desde Río. Cine Argentino, Buenos Aires, v. 2, n. 38, 26 jan. 1939.

LUSNICH, A. L.; AISEMBERG, A.; CUARTEROLO, A. (orgs.). Pantallas transnacionales – El cine argentino y mexicano del período clásico. Buenos Aires: Imago Mundi, 2017.

MARIÑO, C. N. G. Los usos de lo nacional en el desarrollo de un proyecto cinematográfico en Argentina y Brasil en la primera etapa del sonoro. Tese (Doutorado). Universidade de Buenos Aires, Buenos Aires, 2016

MUNDO da Tela, No. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 14 jan. 1940. P. 8.

NÚBILA, D. La época de oro – Historia del cine argentino. Buenos Aires: Ediciones del Jilguero, 1998.

OLIVERI, R. G. “Roland”. In: RODICIO, E. C. (org.). Diccionario del cine iberoamericano – España, Portugal y América. V. 7. [Madri]: Sociedad General de Autores y Editores / Fundación Autor, 2011. P. 498-499.

POSIBILIDADES de explotación en Sud y Centro América. Heraldo del Cinematografista, Buenos Aires, v. 9, n. 409, 31 maio 1939. P. 65.

RICIBIMIENTO triunfal, Un. Cine Argentino, Buenos Aires, v. 2, n. 41, 16 fev. 1939.

ROLAND. “Caminito de gloria se ve con agrado y está bien hecha”. Crítica, Buenos Aires, 21 set. 1939. P. 10.

ROMANCE no Rio. A Scena Muda, Rio de Janeiro, v. 19, n. 973, 14 nov. 1939. P. 10.

TELA em Revista, A. Cinearte, Rio de Janeiro, v. 15, n. 528, 1 fev. 1940. P. 40-41.

TEMA sentimental en Caminito de gloria. La Nación, Buenos Aires, 21 set. 1939. P. 15.

VIEIRA, J. L. “A chanchada e o cinema carioca (1930-1955)”. In: RAMOS, F. (org.). História do cinema brasileiro. São Paulo: Círculo do Livro, 1987. P. 129-188.

Publicado
2018-12-20
Como Citar
AUTRAN, A. Namorando o Brasil. Rumores, v. 12, n. 24, p. 212-230, 20 dez. 2018.
Seção
Artigos