Crítica de mídia a partir de experiências em web arte

  • Andrea Limberto Universidade de São Paulo (USP)
Palavras-chave: Crítica de mídia, meios digitais, web arte, Lucas Bambozzi, Fábio Fon

Resumo

Tomando por hipótese de base que um estudo da crítica de mídia pode ser feito através da observação dos processos de inovação formal sobre a linguagem dos meios, propomos uma recuperação de experiências em Web Arte como ponto de partida para uma investigação sobre como o trabalho com recursos digitais tem informado criticamente os circuitos de produção midiática. Adotamos, como estudo de caso, os trabalhos artísticos e teóricos de Lucas Bambozzi e Fábio Fon por representarem esse desafio tanto no nível do que apresentam (um retrabalho com elementos do referido circuito midiático), como pelo acúmulo das funções autoral, curatorial, realizadora e analista em suas figuras, dessa forma colocando em debate também os lugares autorizados de onde parte a crítica. Propomos identificar um tipo específico de crítica nascida (quase) involuntariamente e resultante de um processo de apropriação não autoral a partir da usabilidade formal e mutabilidade dos formatos. Ela lida com uma maior aproximação entre as linguagens do jornalismo, dos meios direcionados ao entretenimento e à arte que se revelam tanto no conteúdo quanto na forma do que é apresentado. Embora essa conjunção esteja sendo estudada hoje a partir de diferentes abordagens teóricas, ela identifica um novo momento também para a teoria crítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andrea Limberto, Universidade de São Paulo (USP)

Doutora em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). Mestre em Ciências da Comunicação pela ECA-USP. Professora de pós-graduação lato sensu em Gestão da Informação Digital pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (Fesp-SP). Integrante do Grupo de Estudos de Linguagem: Práticas Midiáticas (MidiAto) da USP.

Referências

AUMONT, J.; MARIE, M. Dicionário teórico e crítico de cinema. Campinas: Papirus, 2003.

BAMBOZZI, L. YouTAG, 2008. Disponível em: . Acesso em: 08 de abril de 2015.

BEIGUELMAN, G. Link-se: arte/mídia/política/cibercultura. São Paulo: Peirópolis, 2005.

BENJAMIN, W. A obra de arte na era da sua reprodutibilidade técnica. In: ____________. Obras Escolhidas vol. I: Magia e técnica. Arte e Política. São Paulo: Brasiliense, 1987.

BLANCO, B.; HILDEBRAND, H. R.; MORONI, A. M. F. S. “Interatividade e multisemiose na web arte brasileira”. 10º. Encontro nacional de história da mídia. Rede Alcar. Jun. 2015. Disponível em: http://www.ufrgs.br/alcar/encontros-nacionais-1/encontros-nacionais/10o-encontro-2015/historia-da-midia-digital/interatividade-e-multisemiose-na-web-arte-brasileira/at_download/file.

BOLTER, J. D. (2001). Writing space: Computers, hypertext, and the remediation of print. New York: Routledge, 2011. 232 p.

BOURRIAUD, N. Estética relacional. Buenos Aires: Adriana Hidalgo Editora, 2006.

BOURRIAUD, N. Pós-produção. São Paulo: Martins, 2009.

BRAZ, S.; NUNES, F. O. “Intromissão e invisibilidade em experimentações artísticas com radiação eletromagnética”. Visualidades, revista do programa de mestrado e cultura visual da Universidade Federal de Goiás, v.8, n.1, p. 160-173, 2010. Disponível em: < http://www.revistas.ufg.br/index.php/VISUAL/article/viewFile/18224/10888 >.

BULHÕES, Maria Amélia. Web Arte e Poéticas do Território. Porto Alegre: Zouk, 2011.

BULHÕES, M. A. Web arte: a e-imagem e seus contextos de representação. In: PARODI, F. P.; SALVATORI, M.; SILVA, A. R. (orgs.). Imagem e tecnologias da representação. Entremeios.

GIANNETTI, C. Ars telemática – telecomunicación, internet y ciberespacio. Barcelona: ACC L’Angelot, 1998.

LEÃO, L. (org.) Interlab: labirintos do pensamento contemporâneo. São Paulo: Iluminuras; Fapesp, 2002.

LEENHARDT, Jacques. Crítica de arte e cultura no mundo contemporâneo. In: MARTINS, Maria Helena. Rumos da crítica. 2. ed. São Paulo: Senac/Itaú Cultural, p. 19-28, 2007.

MACHADO, A. Arte e mídia, Jorge Zahar, 2007.

MATTES, Eva; MATTES, Franco. 0100101110101101.ORG [Site de projetos da dupla de artistas]. Disponível em: http://0100101110101101.org/ . Acesso em 12 de fevereiro de 2012.

NUNES, F. O. Captas. FON – Fabio Oliveira Nunes, Site do artista. Disponível em: < http://www.fabiofon.com/captas.html >. Acesso em: 05 ago. 2014.

NUNES, F. O. “CTRL+ART+DEL: Pressupostos Reflexivos Para Pequenos Distúrbios em Arte e Tecnologia”. In: 18 Encontro da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas Transversalidades nas Artes Visuais, 2009. Salvador, Bahia. Disponível em: < http://www.anpap.org.br/anais/2009/pdf/cpa/fabio_oliveira_nunes.pdf >. Acesso em: 05 ago. 2014.

NUNES, F. O. CTRL+ART+DEL: Distúrbios em Arte e Tecnologia. São Paulo: Perspectiva, 2010. 314 p.

NUNES, F. O. Reflexões sobre web arte em novos contextos. In: PORTO ARTE - Revista do Programa de Pós-gradução em Artes Visuais da UFRGS, v. 17. Porto Alegre: UFRGS, 2010. p. 85-98.

NUNES, F. O.. Web Arte no Brasil: algumas poéticas e interfaces no universo da rede Internet. Campinas, São Paulo: [s.n.], 2003 (p. 18). Disponível em: , acesso em 22/04/2008.

PRADO, G. Arte Telemática: dos intercâmbios pontuais aos ambientes virtuais multiusuário. Itaú Cultural. São Paulo, 2003.

SHUSTERMAN, R. Vivendo a arte: o pensamento pragmatista e a estética popular. Trad. Gisela Domschke. São Paulo: Editora 34, 1998.

SILVA, G.; SOARES, R. L. Para pensar a crítica de mídias. Revista Famecos (Online), v. 20, p. 820-839, 2013.

SODRÉ, Muniz. Eticidade, campo comunicacional e midiatização. In: MORAES, Dênis de (org.). Sociedade Midiatizada. Rio de Janeiro: Mauad, 2006. p. 19-31.

Publicado
2018-06-22
Como Citar
LIMBERTO, A. Crítica de mídia a partir de experiências em web arte. Rumores, v. 12, n. 23, p. 174-196, 22 jun. 2018.
Seção
Dossiê