Transnacionalidade e intermidialidade em perspectiva pós-colonial

reflexões sobre coproduções contemporâneas de língua portuguesa

  • Carolin Overhoff Ferreira Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)
Palavras-chave: Intermedialidade, Transnacionalidade, Filmes de língua portuguesa, Pós-colonialismo, Colonialismo

Resumo

Este artigo tem como objetivo explorar a relação entre transnacionalidade e intermidialidade para os estudos de cinema. Considero que a questão da complexidade midiática precisa ser abordada quando se discutem os aspectos epistemológicos e metodológicos no estudo de filmes transnacionais. Enquanto as academias europeia e americana veem na transnacionalidade uma ferramenta para realçar a pluralidade cultural e o hibridismo, bem como a chance de superar o eurocentrismo, no caso das nações lusófonas, ideias acerca de um suposto hibridismo – como o luso-tropicalismo e a lusofonia – costumam remitificar questões identitárias em produções transnacionais. Visando compreender sua estreita relação, realizarei primeiro uma abordagem histórica dos dois conceitos para, depois, usar meus estudos anteriores sobre filmes e coproduções de língua portuguesa, que lidam com o colonialismo e o pós-colonialismo, como exemplos para essa abordagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolin Overhoff Ferreira, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

Professora nos cursos de graduação e pós-graduação em História da Arte da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Campus Guarulhos. Possui pós-doutoramento sênior pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (USP) em Cinema. Possui mestrado em Ciência de Teatro e História da Arte (1993) e doutorado em Ciência de Teatro (1997) pela Universidade Livre de Berlim.

Publicado
2018-12-20
Como Citar
FERREIRA, C. Transnacionalidade e intermidialidade em perspectiva pós-colonial. RuMoRes, v. 12, n. 24, p. 61-87, 20 dez. 2018.
Seção
Dossiê