Memória e história como elementos para a TV Cult: o caso da minissérie Queridos amigos

  • Clarice Greco Universidade de São Paulo (USP).
Palavras-chave: TV Cult, ficção televisiva, memória, história, Queridos amigos.

Resumo

O artigo analisa a relação do conceito de TV Cult com o resgate de uma memória coletiva a partir da época histórica retratada na ficção. Ao resgatar a memória nacional para criar uma obra ficcional televisiva, a produção é embebida de referências históricas e nostálgicas, podendo ser considerada um cult. Para a análise, são considerados elementos da série Queridos amigos, da Globo, que retratou o fim dos anos 1980 e a fase da ditadura militar com o intuito de provocar no público um movimento de memória e nostalgia, além de trabalhar internamente, na própria narrativa, o resgate da memória de personagens que refletem fatos reais da história do país. A análise é desenvolvida com base em teorias sobre ficção televisiva, memória e TV Cult.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clarice Greco, Universidade de São Paulo (USP).

Doutoranda e mestre em Ciências da Comunicação pela ECA-USP. Pesquisadora do Centro de Estudos de Telenovela (CETVN/ECA-USP) e do Observatório Iberoamericano de Ficção Televisiva (OBITEL). Bolsista FAPESP. claricegreco@usp.br.

Publicado
2013-07-18
Como Citar
GRECO, C. Memória e história como elementos para a <i>TV Cult</i>: o caso da minissérie <i>Queridos amigos</i&gt;. Rumores, v. 7, n. 13, p. 138-155, 18 jul. 2013.
Seção
Artigos