A utilização da Lei de Acesso à Informação pela imprensa: análise dos jornais Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo e O Globo

Autores

  • Solano dos Santos Nascimento Universidade de Brasília
  • Georgete Medleg Rodrigues Universidade de Brasília
  • Luciana Kraemer Universidade do Vale do Rio dos Sinos

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-677X.rum.2015.97261

Palavras-chave:

Lei de acesso à informação pública, jornalismo investigativo, informação pública.

Resumo

Este artigo apresenta os resultados da análise das reportagens obtidas com o uso da Lei de Acesso à Informação Pública (LAI), publicadas pelos jornais Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e O Globo entre 16 de maio de 2012 (quando a lei entrou em vigor) e 15 de janeiro de 2014. Os três jornais publicaram, juntos, no período, 96 reportagens obtidas com a LAI. Os principais temas das reportagens foram ética pública e serviços públicos. Reportagens sobre a ditadura militar foram escassas e em quantidade semelhante à das que trataram de futebol. Um total de 65 repórteres foram os autores das reportagens, o que indica a incorporação da utilização da LAI na rotina jornalística.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Solano dos Santos Nascimento, Universidade de Brasília

Professor do Departamento de Jornalismo (JOR) na Faculdade de Comunicação (FAC) da Universidade de Brasília.

Georgete Medleg Rodrigues, Universidade de Brasília

Professora da Faculdade de Ciência da Informação da Universidade de Brasília.

Luciana Kraemer, Universidade do Vale do Rio dos Sinos

Professora do Centro de Ciências da Comunicação da Universidade do Vale do Rio Sinos.

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edição 70, 1977.

BLANTON, Thomas S.. La experiencia de Estados Unidos con respecto a la ley de libertad de información: activismo del Congreso, liderazgo de los medios de comunicación y política burocrática. Derecho comparado de la información. México, n. 2, p. 3-36, jul.-dic., 2003.

COMBE, Sonia. Usage savant et usage politique du passé. In : COMBE, Sonia (Dir.). Archives et histoire dans les sociétés postcommunistes. Paris : BDIC/La Découverte, p. 269-276, 2009.

CONSEIL INTERNATIONAL DES ARCHIVES. Actes de la XXXVIIème Conférence Internationale de la Table Ronde des Archives, Afrique du Sud, Cabo, 2003.

COOK, Michael. Acesso a Arquivos e a livros raros. In: A Informação: tendências para o novo milênio. Brasília: Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, 1999.

DUCHEIN, Michel. Les obstacles à l’accèss, à l’utilisation et au transfert de l’information contenue dans les archives: une étude RAMP. Paris: UNESCO,1983.

FRANÇOIS, Étienne. Les “trésors” de la Stasi ou le mirage des archives. In : BOUTIER, Jean; JULIA, Dominique. Passés recomposés. Champs et chantiers de l’histoire. Paris : Éditions Autrement/Série Mutations, n. 150/151, p. 145-151, 1995.

GAZETTE DES ARCHIVES (LA). Paris: Association des archivistes français. Nouvelle série, n. 5, janvier, 1949.

MIRANDA, Nilmário; TIBÚRCIO, Carlos. Dos filhos deste solo. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 1999.

NASCIMENTO, Solano. Os novos escribas – o fenômeno do jornalismo sobre investigações no Brasil. Porto Alegre: Arquipélago Editorial, 2010.

ÖBERG, Ulf. L’exemple suédois. In : Transparence et secret. Colloque pour le XXVème anniversaire de la loi du 17 juillet 1978 sur l’accès aux documents administratifs. Disponível em: http://www.cada.fr/IMG/pdf/transparence.pdf. Acesso em maio de 2008.

STRENTZ, Herb. El derecho de acceso a la información em los Estados Unidos. In: VILLANUEVA, Ernesto, PLA, Iss aLuna. Derecho de acceso a la información pública. México: Universidad Nacional Autônoma de México, p. 236-245, 2004.

Downloads

Publicado

2015-12-22

Como Citar

NASCIMENTO, S. dos S.; RODRIGUES, G. M.; KRAEMER, L. A utilização da Lei de Acesso à Informação pela imprensa: análise dos jornais Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo e O Globo. RuMoRes, [S. l.], v. 9, n. 18, p. 225-248, 2015. DOI: 10.11606/issn.1982-677X.rum.2015.97261. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/Rumores/article/view/97261. Acesso em: 2 dez. 2020.

Edição

Seção

Artigos