Capacidade funcional do idoso frequentador do Programa Saúde da Família do bairro Viveiros do município de Feira de Santana, Bahia

  • Priscilla Oliveira Santos
  • Ivana Soares da Silva
  • Menilde Araújo Silva
Palavras-chave: atividades cotidianas, envelhecimento, idoso fragilizado, programa saúde da família

Resumo

Com o avançar da idade, as perdas funcionais tornam-se evidentes e o idoso vai deixando de realizar atividades básicas de vida, diminuindo assim sua capacidade funcional que é dimensionada em termos de habilidade e independência para realizar determinadas atividades diárias. Objetivo: Verificar o nível de capacidade funcional do idoso frequentador do Programa Saúde da Família do Bairro Viveiros do município de Feira de Santana-BA. Método: Este estudo é uma pesquisa de corte transversal, com abordagem quantitativa. A amostra foi constituída por 34 idosos de ambos os sexos, com idade acima de 75 anos. Foi realizado visita domiciliar a cada idoso para aplicação de três tipos de testes: Índice de Barthel, Índice de Lawton e o Mini Exame do Estado Mental. Resultados: Os resultados encontrados demonstram que 54,5% dos idosos avaliados apresentaram-se como independentes para o Índice de Barthel, 51,5% são totalmente dependentes para o Índice de Lowton e 87,9% apresentam algum tipo de déficit cognitivo para o Mini Exame do Estado Mental. Conclusão: É importante que os profissionais que atuam em Programas de Saúde da Família atentem para as condições de saúde do idoso, planejando a assistência de acordo com suas reais necessidades. Esperamos que outros pesquisadores se interessem pelo tema proposto, com o objetivo de ampliar pesquisas nesta área do conhecimento, que encontram-se escassas, para que o idoso receba mais atenção e orientações, ampliando a oferta de serviços e programas disponíveis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscilla Oliveira Santos
Enfermeira, Secretaria Municipal de Saúde de Feira
de Santana-BA.
Ivana Soares da Silva
Enfermeira, Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana-BA.
Menilde Araújo Silva
Fisioterapeuta, Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana-BA.

Referências

Brito FC, Ramos LR. Serviços de atenção à saúde do idoso. In: Papaléo Netto M. Gerontologia: a velhice e o envelhecimento em visão globalizada. São Paulo: Atheneu; 2002. p. 394-402.

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria n. 2.025/GM, de 23 de setembro de 2004. Indicadores Demográficos e Sociais [texto no Internet]. Diário Oficial da Republica Federativa do Brasil, Brasília (DF); 2004 Set 23 [citado 2011 Dez 15]. Disponível em: http://dtr2002.saude.gov.br/caadab/indicadores/bahia/FEIRA%20DE%20SANTANA.pdf4.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística [homepage na Internet]. Brasília (DF) :IBGE; c2010 [citado 2011 Dez 18]. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/cidadesat/xtras/perfil.php?codmun=291080

Saturnino RN, Silva OON. Políticas públicas de atividade física para idosos: discutindo a realidade no município de Feira de Santana [texto na Internet]. São Paulo: Revista P@rtes [citado 2011 Dez 20]. Disponível em: http://www.partes.com.br/terceiraidade/politicaspublicas.asp

Silvestre JA, Costa Neto MM. Abordagem do idoso em programas de saúde da família. Cad. Saúde Pública. 2003;19(3):839-47. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2003000300016

Fhon JR, Fabrício-Wehbe SC, Vendruscolo TR, Stackfleth R, Marques S, Rodrigues RA. Accidental falls in the elderly and their relation with functional capacity. Rev Lat Am Enfermagem. 2012;20(5):927-34. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692012000500015

O'Sullivan SB, Scmitz TJ. Fisioterapia: avaliação e tratamento. 4 ed. São Paulo: Manole; 2004.

Freitas EV, Py L, Neri AL, Cançado FAX, Doll J, Gorzoni ML. Tratado de geriatria e gerontologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2006.

Chaves MLF. Teste de avaliação cognitiva: Mine Exame do Estado Mental [texto na Internet]. São Paulo: ABNEURO [citado 2010 Setembro 2]. Disponível em: http://www.cadastro.abneuro.org/site/arquivos_cont/8.pdf

Minosso JSM, Amendola F, Alvarenga MRM, Oliveira MAC. Validação, no Brasil, do Índice de Barthel em idosos atendidos em ambulatórios. Acta Paul Enferm. 2010;23(2):218-23. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002010000200011

Converso MER, Iartelli I. Caracterização e análise do estado mental e funcional de idosos institucionalizados em instituições públicas de longa permanência. J Bras Psiquiatr. 2007;56(4):267-72. http://dx.doi.org/10.1590/S0047-20852007000400005

Guedes JM, Silveira RCR. Análise da capacidade funcional da população geriátrica institucionalizada na cidade de Passo Fundo, RS. Rev Bras Cienc Env Hum. 2004;1(2):10-21.

Freitas EV, Py L, Neri AL, Cançado FAX, Gorzoni ML, Rocha SM, (eds). Tratado de geriatria e gerontologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2002.

Guedes DV, Silva KCA, Banhato EFC, Mota MMPE. Fatores associados à capacidade funcional de idosos da comunidade. HU Rev. 2007;33(4):105-11.

Jahana KO, Diogo MJD. Quedas em idosos: principais causas e consequências. Saúde Coletiva. 2007;4(17):148-53.

Santos CS, Cerchiari EAN, Alvarenga MRM, Faccenda O, Oliveira MAC. Avaliação da confiabilidade do Mini-Exame do Estado Mental em idosos e associação com variáveis sociodemográficas. Cogitare Enferm. 2010;15(3):406-12.

Castro KCM, Guerra RO. Impacto de desempenho cognitivo na capacidade funcional de idosos na população de Natal, Brasil. Arq Neuropsiquiatria. 2008;66(40):809-13. http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2008000600006

Pereira MAL, Rodrigues MC. Perfil da Capacidade Funcional em idosos residentes no condomínio Vila Vida em Jataí-GO. Rev Digital [periódico na Internet]. 2007 [citado 2011 Dezembro 15];12(109):[cerca de 3 p. ]. Disponível em: 2007. Disponível em: http://www.efdeportes.com/efd109/perfil-da-capacidade-funcional-em-idosos.htm

Publicado
2012-12-09
Seção
Artigo Original