A prática da capoeira por pessoas com síndrome de Down: uma revisão da literatura

  • Barbara Vilar Teixeira Instituto de Medicina Física e Reabilitação do Hospital – IMREA HCFMUSP
  • Cristiane Gonçalves da Mota Instituto de Medicina Física e Reabilitação do Hospital – IMREA HCFMUSP

Resumo

A Síndrome de Down (SD) é caracterizada pela presença de um cromossomo 21 extra, o que estabelece atraso no desenvolvimento psicomotor. A capoeira é uma prática corporal que tem como principal característica o controle do corpo, realizada por meio de atividades de coordenação motora, resistência aeróbia e muscular, ritmo e velocidade. Programas de atividade física como a capoeira, adaptada às pessoas com síndrome de Down, buscam auxiliar no desenvolvimento ou na melhora das capacidades físicas e habilidades motoras de seus praticantes. Objetivo: Encontrar estudos que propuseram a prática da capoeira por pessoas com SD, e verificar quais os resultados alcançados. Métodos: Foram realizadas pesquisas nas bases de dados Medline, SciELO, PUBMED, Lilacs, Bireme e Dedalus. Os descritores utilizados foram: síndrome de Down, deficiência intelectual, capoeira, atividade física, nos idiomas português e inglês, além de livros com publicações no período de 2007-2014. Resultados: Nove artigos incluídos nessa revisão da literatura. Conclusão: Verificou-se que as pessoas com síndrome de Down que praticavam capoeira obtiveram melhora no equilíbrio postural, coordenação motora e cognição e que também, essas pessoas tornaram-se mais independentes nas atividades cotidianas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-03-31
Como Citar
1.
Teixeira B, Mota C. A prática da capoeira por pessoas com síndrome de Down: uma revisão da literatura. Acta Fisiátr. [Internet]. 31mar.2018 [citado 23ago.2019];25(1):40-5. Available from: http://www.revistas.usp.br/actafisiatrica/article/view/158836
Seção
Artigo de Revisão