Ação de fitoreguladores no desenvolvimento de Chrysanthemum leucanthemum L.

  • Paulo R.C. Castro USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Botânica
  • Clarice G.B. Demétrio USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Matemática e Estatística
  • Marisa V. Carlucci Instituto de Botânica do Estado de São Paulo

Resumo

Plantas ornamentais de Chrysanthemum leucanthemum, cultivadas em recipientes contendo solo como substrato, em condições de estufa, foram pulverizadas em maio e junho com reguladores de crescimento, com a finalidade de se verificar a ação dos mesmos no desenvolvimento das plantas, determinado em outubro. Aplicaram-se SADH nas concentrações de 1250, 2500 e 5000 ppm, CCC na dosagem de 2000 ppm, CEPA 320 ppm, MH 1000 ppm, GA 50 e 100 ppm, IAA 100 ppm e água como controle. Hidrazida maleica 1000 ppm reduziu o número de folhas e hastes formadas. Tratamentos com ácido succínico - 2,2-dimetilhidrazida diminuiram a altura do caule e o número de hastes das plantas. Aplicações de ácido indolilacético 100 ppm promoveram a formação de maior número de folhas e de hastes em Chrysanthemum. Pulverizações com ácido giberélico 100 ppm incrementaram a altura do caule da espécie estudada.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1979-01-01
Como Citar
Castro, P., Demétrio, C., & Carlucci, M. (1979). Ação de fitoreguladores no desenvolvimento de Chrysanthemum leucanthemum L . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 36, 67-76. https://doi.org/10.1590/S0071-12761979000100004
Seção
nd66390531