Produção de matéria seca, nodulação e absorção de nutrientes pela soja (Glycine max (L.) Merrill) em função de níveis de fósforo e zinco, em solos de Minas Gerais

  • F.M. Freire Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais
  • J.R. Sarruge USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Química

Resumo

O efeito de níveis de fósforo e zinco na produção de matéria seca, nodulação e absorção de nutrientes pela soja (Glycine max (L.) Merrill cv. 'UFV-1) foi estudado em condições de casa-de-vegetação. Foram testadas três doses de fósforo equivalentes a 0. 200 e 400 kg de P2O5/ha, e três de zinco equivalentes a 0, 15 e 30 kg de sulfato de zinco/ha, em três solos, em vasos contendo 7 kg de terra. Os solos estudados foram os seguintes: Latossolo Vermelho-Amarelo (LV), Latossolo Vermelho-Escuro, textura média (LEm), e Latossolo Vermelho-Escuro (LE). As sementes, no plantio, foram inoculadas com estirpes de Rhizobium japonicum. Foram observados aumentos da produção de materia seca das plantas e da nodulação, com a adubação fosfatada. A fertilização com zinco não alterou estes parâmetros. Produções menores de matéria seca das plantas foram verificadas no LEm, no entanto, este solo e o LV, foram os substratos que propiciaram as maiores nodulações. As concentrações de N, Ca, Mg e Zn decresceram com a adubação fosfatada, sugerindo-se um efeito de diluição, propiciado pelo intenso crescimento das plantas. A fertilização fosfatada, na maior dose, diminuiu o teor de K nas folhas velhas e aumentou-o nas novas e nas hastes, indicando ter havido translocação do referido nutriente.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1979-01-01
Como Citar
Freire, F., & Sarruge, J. (1979). Produção de matéria seca, nodulação e absorção de nutrientes pela soja (Glycine max (L.) Merrill) em função de níveis de fósforo e zinco, em solos de Minas Gerais . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 36, 509-538. https://doi.org/10.1590/S0071-12761979000100028
Seção
nd1407576692