Efeitos da densidade de população de plantas na cultura de couve-flor (Brassica oleracea L. var. botrytis)

  • Keigo Minami USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Agricultura e Horticultura
  • Ricardo Victoria Fº USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Agricultura e Horticultura

Resumo

O experimento foi instalado na área experimental do Setor de Horticultura da ESALQ. (Piracicaba, SP), em um Latossol Roxo série "Luiz de Queiroz", em março de 1977, considerando as seguintes densidades de população: 20.833 plantas/ha (0,60 m x 0,80m), .. 25.641 plantas/ha (0,60 m x 0,65 m), 37.037 plantas/ha (..0.,60 m x 0,45 ml, 55.550 plantas/ha (,06Q m x 0,30 ,) e 111.111 plantas/ ha (0,60 m x 0,15 m). A partir dos resultados obtidos e para as condições do experimento concluiu-se que a densidade de população sobre a produção de couve-flor afeta mais a qualidade da cabeça (peso e tamanho), enquanto que o rendimento por área é pouco afetado. Para as condições do nosso mercado, a densidade ótima deve estar entre 20.000 a 25.000 plantas por ha e para a produção de mini-couve-flor mais de 55.000 plantas por ha, paraocultivar Bola de Neve.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1981-01-01
Como Citar
Minami, K., & Victoria Fº, R. (1981). Efeitos da densidade de população de plantas na cultura de couve-flor (Brassica oleracea L. var. botrytis) . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 38(1), 1-10. https://doi.org/10.1590/S0071-12761981000100003
Seção
nd1045780558