Infestação por microorganismos de sementes de soja obtidas de plantas tratadas com fitoreguladores

  • Paulo R.C. Castro USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Botânica
  • Hiroshi Kimati USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Fitopatologia

Resumo

Para se verificar o efeito de fitoreguladores na incidência de microorganismos nas sementes de soja (Glycine max cv. Davis) efetuou-se a aplicação, em condições de campo, de ácido giberélico (GA) 100 ppm, cloreto (2-cloroetil) trimetilamônio (CCC) 2.000 ppm, ácido succínico-2,2-dimetílhidrazida -(SADH) 4.000 ppm, ácido indolilacético(IAA) 100 ppm, ácido 2,3,5- triiodobenzóico(TIBA) 20 ppm (3 vezes) e Agrostemin (1 g/10 ml/3 1), além do controle. Observou-se que aplicação de fitoreguladores nas plantas de soja não afetou a incidência de microorganismos nas sementes. Phomopsis sojae foi o principal fungo isolado das sementes. Verificou se ainda a ocorrência de Alternaria sp. e Fusarium sp. nas sementes de soja 'Davis'. Cercospora kikuchii também mostrou-se presente nas sementes de soja, além da ocorrência de bacteriose. Atraso na colheita e alta umidade aumentaram a incidência de Phanopsis.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1981-01-01
Como Citar
Castro, P., & Kimati, H. (1981). Infestação por microorganismos de sementes de soja obtidas de plantas tratadas com fitoreguladores . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 38(1), 11-22. https://doi.org/10.1590/S0071-12761981000100004
Seção
nd1617323450