Produção e qualidade de fibras de algodão (G. hirsutun L.) em relação a energia solar

  • Jairo Teixeira Mendes Abrahão USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Agricultura e Horticultura
  • José Carlos Ometto USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Física e Meteorologia

Resumo

O presente trabalho refere-se à uma pesquisa realizada no Departamento de Agricultura e Horticultura da ESALQ, em Piracicaba , S.P. (Latitude 22º42' sul, Longitude 47º38' W.G. e altitude 546 m). Procurou-se por intermédio de semeadura em diferentes épocas e com utilização de cobertura artificial avaliar o comportamento do cultivar IAC 17 de algodão (Gossypium hirsututm L.) com referência à produção e a qualidade das fibras em relação à radiação solar incidente. A radiação solar incidente, medida e registrada, assim como a insolação, durante o período do ensaio foram tabuladas e confrontadas com os valores de produção e caracteres agronômicos. O tratamento sob cobertura apresentou nível médio de radiação solar incidente equivalente a menos de 20% daquele a céu aberto, o que causou redução tanto na produção quanto nos caracteres agronômicos e tecnológicos das fibras do algodão.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1981-01-01
Como Citar
Abrahão, J., & Ometto, J. (1981). Produção e qualidade de fibras de algodão (G. hirsutun L.) em relação a energia solar . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 38(1), 71-84. https://doi.org/10.1590/S0071-12761981000100006
Seção
nd1318143201