Aplicação de produtos químicos na repicagem da figueira

  • Paulo R.C. Castro USP; Departamento de Botânica, E.S.A. Luiz de Queiroz
  • Vladimir R. Sampaio USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Agricultura e Horticultura
  • Clarice G.B. Demétrio USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Matemática e Estatística

Resumo

Como a repicagem de mudas de figueira (Ficus carica L. cv. Roxo de Valinhas) apresen ta frequentemente problemas no transplante, estudou-se o efeito de produtos químicos nesta fase crftica para a formação do figueiral. Procedeu-se aos tratamentos de redução da área foliar, pulverização com Transplantone 10 g/l água, Oed green (oxietileno docosanol) 40 ml/1 ,Good-rite peps (polisulfeto de polietíleno) 0,6 ml/l e Mobileaf 200 ml/l, além do controle. Redução da área foliar ou pulverização com oxietileno docasonol aumentaram a porcentagem de sobrevivência das figueiras transplantadas. Os produtos químicos não promoveram variações significativas na altura das mudas de figueira 'Roxo de Valinhos'. Auxinas componentes do Transplantone (naftalenacetamida e àcido naftalenacético) causaram aumento no número de folhas da figueira transplantada.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1981-01-01
Como Citar
Castro, P., Sampaio, V., & Demétrio, C. (1981). Aplicação de produtos químicos na repicagem da figueira . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 38(1), 165-172. https://doi.org/10.1590/S0071-12761981000100014
Seção
nd1084107006