Avaliação da infestação natural de pragas das folhas em cultivares de soja (Glycine max (L.) Merrill)

  • Paulo R.C. Castro USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Botânica

Resumo

Realizou-se o plantio dos cultivares de soja Davis, IAC 73-228, PI 237.687, PI 171.451 e PI 229.359 em condições de campo na região de Piracicaba, visando avaliar os danos causados pelos insetos-pragas que atacam a soja. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com 8 repetições, efetuando-se a comparação de médias pelo teste Tukey e calculando-se a diferença mínima significativa ao nível de 5% de probabilidade. Estudaram-se os insetos que atacam a folhagem, verificando-se a presença de Plusia sp. e Anticarsia gemmatalis, sendo que esta última mostrou-se predominante. A atribuição de valores numéricos correspondentes a intensidade de danos na folhagem demonstrou que o cultivar PI 171.451 apresentou desempenho superior aos demais, inclusive ao controle ('Davis'). Os cultivares PI 227.687 e PI 229.358 mostraram-se superiores a IAC 73-228 mas não diferiram do controle. O grau de desfolhamento revelou-se mais altonocultivar IAC 73-228.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1981-01-01
Como Citar
Castro, P. (1981). Avaliação da infestação natural de pragas das folhas em cultivares de soja (Glycine max (L.) Merrill) . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 38(1), 351-358. https://doi.org/10.1590/S0071-12761981000100029
Seção
nd1245828461