Nutrição mineral da macieira IV. acúmulo de matéria seca e exportação de nutrientes pelas folhas e galhos podados

  • P.E. Trani USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Química
  • H.P. Haag USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Química
  • A.R. Dechen USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Química
  • C.B. Catani USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Química

Resumo

Em uma plantação de macieiras situada em um Latossol Vermelho Orto, adequadamente conduzida, composta das variedades 'Ohio Beauty' e 'Brasil' com 2-3, 3_4, 4-5 e 6-7 anos de idade, enxertadas sobre macieira 'Doucin', situada no município de Buri, SP, foi coletado material de poda constituído por folha e galhos. Determinou-se o peso da matéria seca e as quantidades de N, P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn e Zn. Concluem os autores que a quantidade de matéria seca produzida difere entre os cultivares. Os cultivares exportam quantidades diferentes de nutrientes pelas folhas e pelos galhos. Um hectare contendo 606 plantas exporta através das folhas e galhos podados em média as seguintes quantidades de nutrientes aos 7 anos de idade: 2,01 kg de N; 0,15 kg de P; 1,35 kg de K; 1,41 kg de Ca; 0,36 kg de Mg; 0,64 kg de S; 4,7 g de B; 1,7 g de Cu; 14,6 g de Fe; 5,1 g de Mn; e 2,4 g de Zn.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1981-01-01
Como Citar
Trani, P., Haag, H., Dechen, A., & Catani, C. (1981). Nutrição mineral da macieira IV. acúmulo de matéria seca e exportação de nutrientes pelas folhas e galhos podados . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 38(1), 415-434. https://doi.org/10.1590/S0071-12761981000100035
Seção
nd615806575