Variação no teor de alumínio trocável do solo, influenciada pela aplicação de carbonato de cálcio

  • J.L. Brauner Escola de Agronomia Eliseu Maciel
  • R.A. Catani USP; ESALQ

Resumo

O presente trabalho descreve o estudo da variação do alumínio trocável, da acidez titulável, do pH da suspensão aquosa e do pH do extrato de KCl 1 N, em função da quantidade de carbonato de cálcio, aplicada a onze amostras de solos procedentes de diversas regiões do Brasil. A adição de 100 mg e de 300 mg de carbonato de cálcio, passado em peneira nº 325, com 43 microns de abertura de malha, a 100 g das amostras dos onze solos estudados, seguida de um período de repouso de 10 a 60 dias, evidenciou que: a. ocorreu uma diminuiu mais ou menos pronunciada no teor de alumínio trocável e no de acidez titulável extraídos com solução 1 N de KCl, dependendo da dose aplicada de carbonato de cálcio e do solo; b. ocorreu uma elevação mais ou menos acentuada no pH da suspensão aquosa e no do extrato de KCl IN, dependendo também da quantidade aplicada de carbonato de cálcio e do solo; c. a magnitude da variação nas citadas características permitem esclarecer que o alumínio trocável, apesar de ser um componente, não constitui, porém, a única fonte de acidez do solo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1966-12-31
Como Citar
Brauner, J., & Catani, R. (1966). Variação no teor de alumínio trocável do solo, influenciada pela aplicação de carbonato de cálcio . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 24, 57-69. https://doi.org/10.1590/S0071-12761967000100005
Seção
naodefinida