Estudos sôbre a alimentação mineral do cafeeiro: XX. efeito da variação de pH no desenvolvimento e composição química do cafeeiro (Coffea arabica L., var. Mundo Nôvo) cultivado em solução nutritiva

  • H.V. de Amorim E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Química
  • L.C. Scoton E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Química
  • H.P. Haag E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Química
  • E. Malavolta E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Química

Resumo

Plantas jovens de Coffea arabica L., var. Mundo Nôvo foram cultivadas em solução nutritiva, sob o efeito de diferentes variações de pH (4,0 a 7,5) do substrato, a fim de se constatar o desenvolvimento e composição mineral. A melhor faixa de pH para o crescimento em altura, número de fôlhas, pêso da matéria fresca e sêca é de 4,0 a 6,0. A quantidade total de todos os macronutrientes absorvidos pelo cafeeiro diminui à medida que o pH se eleva.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1967-12-31
Como Citar
Amorim, H., Scoton, L., Haag, H., & Malavolta, E. (1967). Estudos sôbre a alimentação mineral do cafeeiro: XX. efeito da variação de pH no desenvolvimento e composição química do cafeeiro (Coffea arabica L., var. Mundo Nôvo) cultivado em solução nutritiva . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 25, 121-135. https://doi.org/10.1590/S0071-12761968000100011
Seção
naodefinida