Estudo comparativo da eclodibilidade de ovos tipo "EVA" e"B" da raça New-hampshire, do pêso dos pintos ao nascer e da biabilidade de sua criação

  • Roberto T. Losito de Carvalho E. S. A. Luiz de Queiroz

Resumo

Neste trabalho estuda-se, comparativamente, a percentagem de eclosão, pêso do pinto ao nascer e criabilidade das aves nascidas de ovos tipo E, A e B, provenientes de galinhas da raça New-Hampshire. O estudo abrange um total de 12 incubações, reunindo 300 ovos em cada uma delas, sendo 100 de cada tipo. Os pintos nascidos das duas últimas incubações foram criados até a idade de 8 semanas. A interpretação dos resultados mostrou: 1 - não haver diferença entre a percentagem de eclosão dos diferentes tipos de ovos estudados; 2 - uma relação definida entre o pêso do ôvo e o peso do pinto, na época da eclosão; 3 - os pintos provenientes dos ovos maiores apresentaram melhor desenvolvimento, maior ganho de pêso e menor índice de mortalidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1967-12-31
Como Citar
Carvalho, R. (1967). Estudo comparativo da eclodibilidade de ovos tipo "EVA" e"B" da raça New-hampshire, do pêso dos pintos ao nascer e da biabilidade de sua criação . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 25, 259-270. https://doi.org/10.1590/S0071-12761968000100023
Seção
naodefinida