Nutrição mineral de hortaliças: XIX - absorção de macro e micronutrientes pela cultura do quiabeiro (Hibiscus esculentum L.)

  • M. C. B. Costa Instituto de Pesquisas Agronômicas do Estado de Pernambuco; Seção de Botânica e Ecologia Vegetal
  • H. P. Haag U.S.P; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Química
  • J. R. Sarruge U.S.P; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Química

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo estudar aspectos da nutrição mineral do quiabeiro (Hibiscus esculentus L.), no que concerne a: quantidades de macro e micronutrientes extraídos nas diversas fases do desenvolvimento, em duas variedades (Campinas 1 e Green Velvet). Sementes de ambas variedades foram postas a germinar em vasos contendo silica e irrigados com solução nutritiva completa. Plantas foram coletadas em períodos de 10 dias até aos 70 dias de idade, separadas em caule, folhas, flores e frutos. No material coletado foi determinado o peso da matéria seca e analizado quantitativamente para macro e micronutrientes, com excessão do cloro. Observou-se que o desenvolvimento em altura é idêntico em ambas as variedades; variedade Campinas 1 apresenta maior peso de matéria seca no final do ciclo; a extração dos nutrientes é lenta até aos 20 dias, acentuando-se após este período até o final do ciclo, em ambas as variedades; a extração de potássio pela var. Green Velvet é aproximadamente o dobro da var. Campinas 1; a var. Campinas 1 extrai maiores quantidades de micronutrientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1972-01-01
Como Citar
Costa, M., Haag, H., & Sarruge, J. (1972). Nutrição mineral de hortaliças: XIX - absorção de macro e micronutrientes pela cultura do quiabeiro (Hibiscus esculentum L.) . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 29, 109-125. https://doi.org/10.1590/S0071-12761972000100009
Seção
naodefinida