Efeitos de giberelinas na morfologia produtividade do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L. cv. 'Carioca')

Autores

  • Paulo R. C. Castro U.S.P; Departamento de Botânica. E.S.A
  • Eliana C Bergebíann SECRETARIA DA AGRICULTURA; Engenheiro-Agrônomo. C. A. T. I.

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0071-12761973000100002

Resumo

Verificou-se os efeitos de giberelinas, quando aplicadas sob a forma de pulverização das plântulas, na morfologia, florescimento e produtividade do feijoeiro cultivar 'Carioca'; em condições de casa de vegetação. Estudou-se as concentrações de 0, 50, 500 e 1000 ppm do regulador de crescimento; sendo que os tratamentos com 500 e 50 ppm do produto revelaram-se mais efetivos. As aplicações de giberelinas promoveram aumentos significativos no comprimento da haste principal e dos meritalos. Verificou-se um ligeiro incremento no número de meritalos e no número de folhas nas plantas tratadas com o regulador de crescimento. Os tratamentos com giberelinas promoveram maior florescimento; não observou-se porém, diferenças significativas entre a produtividade das plantas tratadas, com relação ao controle.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1973-01-01

Como Citar

Castro, P. R. C., & Bergebíann, E. C. (1973). Efeitos de giberelinas na morfologia produtividade do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L. cv. ’Carioca’) . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 30, 21-34. https://doi.org/10.1590/S0071-12761973000100002

Edição

Seção

naodefinida