Relações entre a evapotranspiração de uma cultura de batata (Solatium tuberosum, L.) e a evaporação do tanque classe A

  • E. J. Scalopi Fac. de Ciências Médicas e Biol. de Botucatu; Departamento de Engenharia Rural
  • R. Scardua Escola Sup. de Agricultura Luiz de Queiroz; Departamento de Engenharia Rural
  • A. E. Klar Fac. de Ciências Médicas e Biol. de Botucatu; Departamento de Engenharia Rural

Resumo

Neste trabalho, foram observadas as correlações e estabelecidos os coeficientes de proporcionalidade entre a evapotranspiração de uma cultura de batata, submetida a três regimes de umidade do solo, e a evaporação do tanque Classe A. Os dados obtidos mostram-se significativamente correlacionados, exceto quando o teor de umidade do solo era permitido atingir um valor correspondente a um potencial capilar de - 2.0 bares, no estágio de formação e desenvolvimento dos tubérculos. Para fins práticos, as relações obtidas entre a evapotranspiração e a evaporação do tanque Classe A foram simplificadas, de maneira que apenas três valores médios, representativos de três estágios característicos com relação à exigência em água, poderão servir como critério para predizer as necessidades de irrigação da cultura, mesmo em períodos relativamente curtos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1973-01-01
Como Citar
Scalopi, E., Scardua, R., & Klar, A. (1973). Relações entre a evapotranspiração de uma cultura de batata (Solatium tuberosum, L.) e a evaporação do tanque classe A . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 30, 83-91. https://doi.org/10.1590/S0071-12761973000100007
Seção
naodefinida