Avaliação do comportamento de sementes de algodoeiro (Gossypium hirsutum L.) durante o armazenamento

  • Cláudio Bragantini USP
  • Julio Marcos Filho USP; ESALQ; Depto. de Agricultura e Horticultura
  • Jairo T. M. Abrahão USP; ESALQ; Depto. de Agricultura e Horticultura
  • Rodolfo Godoy USP

Resumo

Sementes de algodoeiro, variedade IAC 13-1, foram armazenadas em câmara seca e em condições normais de ambiente, durante oito meses. Periodicamente, com intervalos bimestrais, foi avaliado o comportamento das sementes das duas porções, através de testes de germinação e de vigor (envelhecimento rápido e irradiação de sementes), no Laboratório de Sementes do Departamento de Agricultura e Horticultura, ESALQ, USP. As análises dos dados e a interpretação dos resultados permitiram concluir que: a) As sementes conservaram-se melhor em câmara seca. b) Há possibilidade do emprego de irradiação para avaliar o vigor de sementes, obtendo-se resultados comparáveis aos do envelhecimento rápido, dependendo da dosagem utilizada.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1974-01-01
Como Citar
Bragantini, C., Marcos Filho, J., Abrahão, J., & Godoy, R. (1974). Avaliação do comportamento de sementes de algodoeiro (Gossypium hirsutum L.) durante o armazenamento . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 31, 175-185. https://doi.org/10.1590/S0071-12761974000100012
Seção
naodefinida