Acumulação diferencial de nutrientes por cinco cultivares de milho (zea mays L): II - acumulação de micronutrientes

  • A.G.de Andrade Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • H.P. Haag Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • G.D. de Oliveira Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • J.R. Sarruge Universidade Federal Rural de Pernambuco

Resumo

No presente trabalho, os autores apresentam os resultados de um ensaio de campo empregando os cultivares Agroceres 256, Agroceres 504, Centralmex, H-7974 e Piranao no sentido de aquilatar diferenças na acumulação e exportação de micronutrientes. O ensaio foi conduzido num regossol de fertilidade mediana, exceto em relação ao K que é baixo, situado no município de Piracicaba, SP. O delineamento experimental utilizado foi de blocos ao acaso com 4 repetições. Foram seguidas as práticas culturais comuns e a adubação constituiu de 83 g da fórmula 30--120-70 por metro linear por ocasião do plantio e 33 g por metro linear da fórmula 50-0-4, em cobertura 22 dias após a germinação. Plantas foram coletadas a partir dos 20 dias após a germinação, em intervalos de 20 dias até os 120 dias. As plantas foram divididas em "colmo + folhas", pendão e espiga e analisadas para B, Cu, Fe, Mn e Zn. Concluíram os autores que diferenças na acumulação de micronutrientes manifestam-se antes da fase de crescimento intenso. Os cultivares atingem o máximo da quantidade dos nutrientes nas seguintes épocas, em dias:Cu (61-85); Fe (71-76); Mn (82-94); Zn (87-108). Verificaram, ainda, que as quantidades máximas extraídas em mg/planta são:Cu (2,06--3,49); Fe (26,66-36,28); Mn (9,92-14,39); Zn (5,88-6,69). Finalmente a exportação de nutrientes nas espigas por hectare (50.000 plantas) colhidas é: Cu (26-35 g); Fe (200-220 g); Mn (90-140 g) e Zn (160-250 g).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1975-01-01
Como Citar
Andrade, A., Haag, H., Oliveira, G., & Sarruge, J. (1975). Acumulação diferencial de nutrientes por cinco cultivares de milho (zea mays L): II - acumulação de micronutrientes . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 32, 151-171. https://doi.org/10.1590/S0071-12761975000100012
Seção
naodefinida