Variação estacional da composição centesimal do peixe de água doce, Pimelodus darias Bloch (Mandi)

  • Marília Oetterer De Andrade ESALQ; Departamento de Tecnologia Rural
  • Urgel de Almeida Lima ESALQ; Departamento de Tecnologia Rural

Resumo

O presente trabalho teve por objetivo verificar a variação, com a época de captura, na composição em umidade, proteína, lípides e cinza da carne do peixe, a fim de se conhecer quais os meses em que o mandi se presta melhor ao aproveitamento tecnológico. Foi verificado que a composição centesimal varia durante o ano e como média para os 12 meses encontrou-se: 65,15 g/100 g de umidade, 17,92 g/100 g de proteína, 15,51 g/100 g de lípides e 1,34 g/100 g de cinza. O mandi é peixe gordo e os meses escolhidos para a captura dos peixes destinados ao processamento foram os de junho e julho.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1975-01-01
Como Citar
Andrade, M., & Lima, U. (1975). Variação estacional da composição centesimal do peixe de água doce, Pimelodus darias Bloch (Mandi) . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 32, 575-587. https://doi.org/10.1590/S0071-12761975000100050
Seção
naodefinida