Conservação de sementes de soja tratadas com fungicidas

Autores

  • Julio Marcos Filho E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Agricultura e Horticultura
  • Francisco Humberto Dübbern de Souza EMBRAPA; Centro Nacional de Pesquisa de Gado de Corte

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0071-12761983000100010

Resumo

Sementes de soja (Gtycine max L. Merrill) cultivares Santa Rosa e Viçoja, foram submetidas a tratamento com Arasan (Thiram 50% i.a.) e Homai (Tiofanato metílico 50% i.a.+Thiram 30% i.a.); em seguida permaneceram armazenadas em câmara seca (35%U.R.) e em ambiente natural do Laboratório de Sementes do Departamento de Agricultura e Horticultura da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (ESALQ./USP) , entre os meses de junho e dezembro de 1975. Periodicamente foi avaliada a qualidade fisiológica das sementes, através de testes de germinação, de envelhecimento acelerado e de emergência das plântulas. Concluiu-se que o tratamento fungicida pode beneficiar a conservação do vigor das sementes; mas, para a obtenção de informações precisas, há necessidade do auxílio da Patologia de Sementes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1983-01-01

Como Citar

Marcos Filho, J., & Souza, F. H. D. de. (1983). Conservação de sementes de soja tratadas com fungicidas . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 40(1), 181-201. https://doi.org/10.1590/S0071-12761983000100010

Edição

Seção

nao definida