Florescimento e produção de sementes de cenoura (Daucus cavota L.) sob a influência do ácido giberélico

Autores

  • A.A. Lucchesi
  • K. Minami
  • W.M. Yang
  • R.A. Sumi
  • G.R. Mendes

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0071-12761983000100023

Resumo

Foi conduzido um experimento no Campo Experimental da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", em Piracicaba, SP, com a finalidade de se avaliar a influência do ácido giberélico (GA3) na indução do florescimento e produção de sementes de cenoura (Daucus cavota L.) cultivar Denver, do grupo Nantes. Utilizou-se dos seguintes tratamentos: 0, 50, 100 e 150 ppm de ácido giberélico, e para cada dosagem, aplicações de 1, 3 e 6 vezes consecutivas, espaçadas de 7 dias, iniciando-se a primeira aplicação quando o sistema radicular principal apresentava aproximadamente 1 centímetro de diâmetro. Os resultados permitiram concluir que, o ácido giberélico mesmo em doses pequenas pode substituir o frio na indução floral e produção de sementes de cenoura; e que a melhor concentração de ácido giberélico para a produção de sementes de cenoura "Denver" foi a de 100 ppm. Concentrações maiores induziram a formação de plantas com crescimento vegetativo excessivo, embora houvesse florescimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1983-01-01

Como Citar

Lucchesi, A., Minami, K., Yang, W., Sumi, R., & Mendes, G. (1983). Florescimento e produção de sementes de cenoura (Daucus cavota L.) sob a influência do ácido giberélico . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 40(1), 437-445. https://doi.org/10.1590/S0071-12761983000100023

Edição

Seção

nao definida