Controle em pós-colheita das podridões da manga 'bourbon', conservada em câmara fria

  • V.R. Sampaio USP; E.S.A. Luiz de Queiroz; Departamento de Agricultura e Horticultura

Resumo

Mangas 'Bourbon' foram conservadas em câmara fria, a temperatura de 10º C, tendo recebido previamente os seguintes tratamentos em pós-colheita: 1) controle; 2) imersão por 10' em água a 55 C; 3) imersão por 5' a 50 C em solução de Benomyl a 0,025% de p.a.; 4) imersão por 5' a 50ºC em solução de Benomyl a 0,050%; 5) imersão por 5' a 55ºC em solução de Benomyl a 0,025% de p.a. e 6) imersão por 5' a 55ºC em solução de Benomyl a 0,050% de p.a. Os resultados indicaram que todos os tratamentos, com exceção do controle, foram eficientes no controle da antracnose. Quanto à ocorrência das podridões moles, constatou-se perdas de 44, 36, 20, 20, 4 e 8% do primeiro para o sexto tratamento, respectivamente. Assim ficou evidenciado que os tratamentos à mais alta temperatura, conjugados ao fungicida Benomyl, foram aqueles mais interessantes no tratamento em pós-colheita de manga 'Bourbon' .

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1983-01-01
Como Citar
Sampaio, V. (1983). Controle em pós-colheita das podridões da manga ’bourbon’, conservada em câmara fria . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 40(1), 519-526. https://doi.org/10.1590/S0071-12761983000100028
Seção
nao definida