Relação entre fisiografia e solos desenvolvidos de material cenozoico da região do rio Jequitai, MG

  • J.E.S. Pessoti Universidade de São Paulo; E.S.A.Luiz de Queiroz; Departamento de Solos, Geologia e Fertilizantes
  • J.L.I. Demattê Universidade de São Paulo; E.S.A.Luiz de Queiroz; Departamento de Solos, Geologia e Fertilizantes
  • J.R.J. Rueda UNESP; Departamento de Pedologia
  • A. Marconi Universidade de São Paulo; E.S.A.Luiz de Queiroz; Departamento de Solos, Geologia e Fertilizantes
Palavras-chave: Fisiografia, Mineralogia de solos

Resumo

É estudado o relacionamento entre a fisiografia e os solos evoluídos a partir de sedimentos cenozóicos, de textura e composição variáveis, depositados sob a ação do rio São Francisco e tributários. A região (vale do rio Jequitai, MG) é caracterizada por um clima sub-úmido, onde o regime de umidade do solo é ústico e o de temperatura isotérmico. Foram coletados 5 pedons dispostos numa topossequência. Na posição mais antiga (pleistocênica), o solo apresenta-se em um estágio de intensa alteração (Typic Haplustox). Os demais solos encontram-se sobre sedimentos holocênicos, compondo a planície aluvial do rio São Francisco e são, mineralogicamente, mais jovens, com horizonte argílico, representado por ultissol e molissol, ocorrência esta pouco comum em situações de planície aluvial recente. No pedon 1 (Typic Haplustox), os minerais primários intemperizáveis inexistem na fração grosseira. O pedon 2 (Plinthic Haplustult) apresenta na fração areia um acréscimo em profundidade de minerais de fácil alteração. Na fração silte, os feldspatos já estão em fase de alteração. Os pedons 3 (Oxic Plintaquult), 4 (Fluventic Plinthustult) e 5 (Fluventic Argiustol) mostram elevadas proporções de minerais primários de fácil alteração (placioclásios calco-sódicos, hornblenda), principalmente nas frações areia e silte. A ocorrência destes minerais associa-se a um processo deposicional recente, aliado às condições de clima e drenagem locais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1989-01-01
Como Citar
Pessoti, J., Demattê, J., Rueda, J., & Marconi, A. (1989). Relação entre fisiografia e solos desenvolvidos de material cenozoico da região do rio Jequitai, MG . Anais Da Escola Superior De Agricultura Luiz De Queiroz, 46(2), 495-518. https://doi.org/10.1590/S0071-12761989000200014
Seção
Artigos