ESTUDO DO COMPORTAMENTO DE ALGUNS FILMES FOTOGRAFICOS, REVELADOS E NÃO REVELADOS, NA EVIDENCIAÇÃO RAPIDA DA GELATINASE BACTERIANA

  • Luiz G. Cotillo Z. Universidad Nacional Mayor de San Marcos
  • Sebastião Timo Iaria

Resumo

Com bactérias consideradas gelatinolíticas rápidas e lentas e não gelatinolíticas, foram realizadas provas de liquefação rápida da gelatina em alguns filmes fotográficos revelados e não revelados. Empregaram-se os filmes Gevaert Gevapan 30, Agfa Isochron-Pan 2-8, Microfilme Gevaert, Microfilme Kodak TR1-X Pan e Chapas radiográficas 30 x 40 Kodak e Dental Kodak. As provas foram realizadas usando-se culturas em caldo Martin e água peptonada, inoculadas da maneira usual, e em água peptonada inoculada maciçamente, de modo a obter-se suspensão bacteriana densa desde o inicio. A incubação foi sempre feita em estufa a 37ºC até 96 horas. O microfilme Kodak TRI-X Pan revelado foi o que permitiu a obtenção de resultados específicos sempre que usado com culturas em água peptonada, parecendo poder-se obter resultados mais rápidos quando se emprega inoculação maciça.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz G. Cotillo Z., Universidad Nacional Mayor de San Marcos
Instrutor da Cadeira. Catedrático Auxiliar de Microbiologia da Facultad - Farmácia y Bioquímica, Universidad Nacional Mayor de San Marcos.
Sebastião Timo Iaria
Instrutor da Cadeira
Publicado
1966-06-01
Como Citar
Cotillo Z., L., & Iaria, S. (1966). ESTUDO DO COMPORTAMENTO DE ALGUNS FILMES FOTOGRAFICOS, REVELADOS E NÃO REVELADOS, NA EVIDENCIAÇÃO RAPIDA DA GELATINASE BACTERIANA. Arquivos Da Faculdade De Higiene E Saúde Pública Da Universidade De São Paulo, 20(1), 99-106. https://doi.org/10.11606/issn.2358-792X.v20i1p99-106
Seção
Não Definida