O bairro rural como identidade territorial: a especificidade da abordagem do campesinato na geografia.

  • Larissa Mies Bombardi
Palavras-chave: bairro rural, campesinato, identidade, território.

Resumo

Este artigo visa discutir e apontar a importância do conceito de bairro rural na geografia e, em especial na geografia agrária. Diferentemente do entendimento corrente sobre Bairro Rural, em que este é interpretado de maneira isolada, pois o entendimento tradicional de campesinato é também aquele que envolve uma certa parcela de isolamento, proponho a compreensão do Bairro Rural como uma unidade territorial criada a partir da identidade territorial, e, o que é fundamental, se reproduzindo no interior do capitalismo. Esta unidade territorial forjada pelo trabalho camponês ganha uma configuração que difere diamentralmente daquela em que as relações tipicamente capitalistas é que dão à configuração ao território, ou seja, onde temos a territorialização do capital. A unidade territorial (bairro rural) é, desta forma, fruto da identidade territorial criada a partir da sociabilidade camponesa. É a teia de relações estabelecida entre as famílias componesas que dá ao grupo sua identidade, esta por sua vez, se materializa no território, dando a este a dimensão peculiar do Bairro Rural. Esta interpretação do bairro rural nos permite, portanto, abarcar, compreender e lançar luz sobre o lugar do campesinato e de sua reprodução nesta sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2004-12-20
Como Citar
Bombardi, L. (2004). O bairro rural como identidade territorial: a especificidade da abordagem do campesinato na geografia. Agrária (São Paulo. Online), (1), 55-95. https://doi.org/10.11606/issn.1808-1150.v0i1p55-95