Foco e Escopo

A revista eletrônica Almanack Braziliense é um periódico semestral que publica trabalhos voltados à história do Brasil e da América Portuguesa nos séculos XVIII e XIX, privilegiando um problema específico: o processo de formação do Estado e da nação no Brasil na sua interface com o mundo hispânico e a conjuntura mundial no período citado. Trata-se, portanto, de uma revista temática, algo ainda incomum entre os periódicos de ciências humanas no Brasil. Esta característica deve-se, sobretudo, ao fato da criação da Almanack Braziliense, no primeiro semestre de 2005, ter se dado como um dos desdobramentos do Projeto Temático "Formação do Estado e da nação: Brasil (c.1780-1850)", financiado pela FAPESP e sediado no Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo. Este Projeto, que reúne pesquisadores de diversas universidades do país e mantém interlocução com importantes instituições no exterior, está inserido no intenso processo de revisão ao qual intelectuais de todo mundo estão submetendo o problema da formação dos Estados nacionais, algo perceptível pela explosão de encontros acadêmicos, livros e artigos dedicados ao assunto. A criação do periódico visou não só dar publicidade aos avanços do grupo de pesquisa inicial, mas, sobretudo, permitir a interlocução com outros estudiosos e avançar na produção de conhecimento em torno dos problemas centrais abordados pela Almanack.

Na página da revista, os autores tomam ciência de que a Almanack Braziliense apenas publica textos dentro da sua linha temática, tal como descrito no item “informações básicas” desse formulário.

“Artigos, “Informes de Pesquisa” e “Resenhas” encaminhados ao Almanack Braziliense passarão por uma pré-seleção em que se avaliará a pertinência dos textos em relação à proposta temática da revista.

Uma vez aceitos na pré-seleção, os “Artigos” e “Informes “ de pesquisa serão encaminhados a pelo menos dois pareceristas (sejam eles os próprios Editores, membros do Conselho Editorial ou assessores ad hoc) que, mediante consideração da temática abordada, seu tratamento, clareza da redação e concordância com as normas da revista, podem recomendar a publicação (com ou sem sugestões, sendo que cabe ao autor acatá-las ou não), aprovar mediante reformulação (o que implica, após reformulação, reenvio do texto ao parecerista) e recusar a publicação. No caso de dois pareceres discordantes, o texto será enviado a um terceiro parecerista. Os pareceres têm caráter sigiloso e imparcial, uma vez que os nomes dos autores dos textos (e sua filiação institucional) não são divulgados aos pareceristas.

As resenhas e textos do fórum passarão por uma avaliação, realizada pelos Editores ou membros do Conselho Editorial, quanto ao tratamento da temática abordada, clareza da redação e concordância com as propostas da revista.

Periodicidade

Semestral

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Fontes de Indexação

  • Portal de Periódicos da Capes
  • Portal de Revistas Eletrônicas da USP

Patrocinadores

Fapesp (Projeto Temático "Formação do Estado e da Nação: Brasil, 1780-1850")