Revoltas camponesas no Brasil escravista: a 'Guerra dos Maribondos' (Pernambuco, 1851-1852)

Autores

  • Guillermo de Jesus Palacios y Olivares Colegio do México

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1808-8139.v0i3p9-39

Palavras-chave:

agricultura, homens livres pobres, escravidão, revolta^i1^srebel, Pernambuco, Segundo Reinado

Resumo

A "Guerra dos Marimbondos" foi um levante de homens livres e pobres, camponeses - ou agricultores de subsistência, se se quer - na sua maiora, inconformados e alarmados com a promulgação, em 1851, do Regulamento do Registro dos Nascimentos e Óbitos no Império e, em menor grau, da Lei do censo. O Registro foi rapidamente apelidado de "Lei do Cativeiro", pela crença popular de que, coincidindo com as leis que determinavam o fim da importação de mão-de-obra africana escrava, destinava-se na verdade a recuperar para o escravismo uma ampla camada da população que não tinha, até então, sido objeto da atenção por parte do Estado ou dos proprietários das plantations açucareiras da zona da mata nordestina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-05-01

Edição

Seção

Forum