O ponto em que estamos na historiografia sobre o período de rompimento entre Brasil e Portugal

Autores

  • Lucília Siqueira Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1808-8139.v0i3p81-104

Palavras-chave:

historiografia, Independência, história política

Resumo

Nos últimos anos, pareceu que o debate historiográfico sobre o final do período colonial ficaria reduzido à questão da oposição ou coincidência de interesses entre a colônia e a metrópole. Este artigo busca mostrar que vários historiadores da atualidade já ultrapassaram a dita dicotomia ao escreverem a história da separação entre Brasil e Portugal numa perspectiva "culturalista" e levando em conta as múltiplas temporalidades existentes na realidade passada que estudam. Pretendemos fazê-lo por meio da análise do livro Independência: história e historiografia, organizado pelo professor István Jancsó e lançado no segundo semestre de 2005 pela Hucitec e pela Fapesp.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-05-01

Edição

Seção

Artigos