O Trabalho dos Jornalistas como Sintoma da Lógica dos Conglomerados

  • Rafael Grohmann Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Comunicação, Trabalho, Jornalista, Precarização, Conglomerados

Resumo

O artigo busca compreender como o trabalho dos jornalistas pode ser entendido à luz da lógica dos conglomerados midiáticos, a partir do imperativo da flexibilidade e do jornalista multiplataforma, onde a flexibilização e a precarização das relações de trabalho devem ser entendidas não como situações individuais, mas como estruturante das condições de trabalho atualmente. Exemplos destas situações são pinçados de discursos de jornalistas a partir da pesquisa “As Mudanças no Mundo do Trabalho dos Jornalistas”

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Grohmann, Universidade de São Paulo
Doutorando e Mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP). Professor dos cursos de Comunicação Social – Jornalismo, Rádio e TV e Relações Públicas no Centro Universitário FIAM-FAAM. Pesquisador do Centro de Pesquisas em Comunicação e Trabalho (CPCT-ECA/USP).
Publicado
2013-12-17
Como Citar
Grohmann, R. (2013). O Trabalho dos Jornalistas como Sintoma da Lógica dos Conglomerados. Revista Alterjor, 8(2), 101-115. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/alterjor/article/view/88299