1958 E 2010: AS DIFERENÇAS NA FORMA DE RETRATAR AS TORCIDAS ORGANIZADAS

  • Luis Eduardo Domingos Lobo Armando ESPM-SP
Palavras-chave: Torcidas Organizadas, Futebol, Discurso Midiático, Violência, Fotografia.

Resumo

As causas da violência no futebol brasileiro nem sempre foram interpretadas da mesma forma pela imprensa nacional. Do mesmo modo, o discurso midiático sobre torcidas organizadas de futebol também mudou bastante ao longo do tempo. O objetivo deste artigo é expor dois períodos históricos distintos, 1958 e 2010, do processo de mutação da forma que a imprensa retratou as torcidas organizadas. Antes entendidas como promotoras de festas, as torcidas, ao longo do tempo, passaram a ser associadas ao crescimento da violência em centros esportivos. Como metodologia de estudo, que será detalhada a seguir, utilizou-se a retórica da imagem de Roland Barthes (1990), que analisa como texto e imagem argumentam conjuntamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-15
Como Citar
Armando, L. (2017). 1958 E 2010: AS DIFERENÇAS NA FORMA DE RETRATAR AS TORCIDAS ORGANIZADAS. Anagrama, 11(2). Recuperado de http://www.revistas.usp.br/anagrama/article/view/141516
Seção
Artigos