Narrativas jornalísticas para o povo surdo

experiências, análise e efetividade da comunicação

  • Diogo de Souza Medeiros UFSC
  • Iraci Helena de Oliveira Falavina UFSC
  • Maria José Baldessar ufsc

Resumo

Neste artigo analisamos produções jornalísticas gráficas, radiofônicas e visuais, destinadas à inclusão do povo surdo e buscando compreender qual o formato e narrativas são mais adequadas para uma comunicação efetiva entre a cultura ouvinte e surda. Quais as narrativas jornalísticas são mais adequadas para a comunicação com o povo surdo, suas principais fragilidades e potencialidades? Há algum meio com mais efetividade de comunicação com o povo surdo? Como vêm sendo realizadas suas produções voltadas aos sujeitos surdos? A partir de um levantamento das produções teóricas e empíricas realizadas até o momento, observamos experiências nos formatos radiofônicos e visuais e objetivamos conceituar qual formato jornalístico é o mais adequado e a partir dele pensar num modelo de telejornalismo em Libras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diogo de Souza Medeiros, UFSC

Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Jornalismo e Editoração e Estudos de Gênero.

Iraci Helena de Oliveira Falavina, UFSC

Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Jornalismo Especializado (Comunitário, Rural, Empresarial, Científico)

Maria José Baldessar, ufsc

Doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (2006), Mestre em Sociologia Política pela Universidade Federal de Santa Catarina (1999), coordenadora do Grupo de Pesquisa “Geografias da Comunicação”, da Intercom e do grupo de pesquisa MidiaCon - Mídia e Convergência – certificado pelo CNPq.

É professora Associada da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). É docente permanente nos programas de Pós-Graduação de Engenharia e Gestão do Conhecimento  e no de  Estudos da Tradução. Ministra disciplinas na graduação em Jornalismo relacionadas ao jornalismo online, economia da mídia e produção textual.

Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Jornalismo Especializado (Comunitário, Rural, Empresarial, Científico, institucional), atuando principalmente nos seguintes temas: jornalismo, internet, hipermídia, jornalismo online, economia da mídia, história da mídia, convergência digital, usabilidade e ensino de jornalismo. Integra o Núcleo de Televisão Digital Interativa, onde coordena os projetos de extensão, entre eles o www. www.cotidiano.ufsc.br.

Publicado
2018-11-13
Como Citar
de Souza Medeiros, D., de Oliveira Falavina, I., & Baldessar, M. (2018). Narrativas jornalísticas para o povo surdo. Anagrama, 12(2). Recuperado de http://www.revistas.usp.br/anagrama/article/view/150689