"Um riso em cada canhão": reflexões sobre humor e sátira política em filmes de guerra cômicos

  • João Paulo Putini
Palavras-chave: humor, cinema, sátira política, guerra, carnavalização

Resumo

O presente estudo mapeia as relações mais contundentes entre humor e crítica política em filmes cômicos cujos enredos gravitam em torno das guerras. Para tal, utilizou-se um conjunto de dez filmes como material de análise, realizada com o apoio fecundo de algumas teorias sobre a comicidade, em especial no que tange à sátira política. Procurou-se enfatizar a comunicabilidade e apelo estético destas críticas, verificando como o humor assumia, ali, aspectos viscerais, revolucionários até – elementos definidores do conceito de “carnavalização”, de Bakhtin, muito recorrente no trabalho –, através de uma postura criativa e questionadora, que procurava ridicularizar o abuso da autoridade e do poder na guerra. Tais alternativas propõem maneiras inusitadas de se fazer cinema num universo cômico em que as fórmulas e convenções prevalecem

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Paulo Putini
Graduado em Comunicação Social - Habilitação em Midialogia pela Unicamp
Publicado
2011-06-24
Como Citar
Putini, J. (2011). "Um riso em cada canhão": reflexões sobre humor e sátira política em filmes de guerra cômicos. Anagrama, 5(1), 1-43. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/anagrama/article/view/35580
Seção
Dossiês