O Julgar Contemporâneo: apontamentos da presença kantiana na arte-educação

  • Renan Marcondes Centro Universitário Belas Artes de São Paulo
Palavras-chave: Estética. Kant. Julgamento. Arte-educação. Contemporaneidade

Resumo

Artigo que possui como objeto primordial de estudo a validade do ato de julgamento estético proposto por Kant em suas reconsiderações nas teorias vigentes de experiência estética, cognição e relação espectador e obra. Visa apontar conceitos Kantianos que foram e estão sendo revistos por pensadores contemporâneos acerca da arte para possibilitar a problematização de algumas teorias de pensadores amplamente utilizados na arte-educação que – em alguma instância – retomam o ato de julgar, como Abigail Housen, Edmund Feldman e Robert Ott

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renan Marcondes, Centro Universitário Belas Artes de São Paulo
Graduando em Artes Visuais pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, possui um campo de experimentação poética com linhas de pesquisas direcionadas a relação entre o homem e a informação/conteúdo por ele recebido e assimilado. Academicamente, foca-se na discussão sobre a estética contemporânea e em como se dá a relação espectador x obra.
Publicado
2011-06-12
Como Citar
Marcondes, R. (2011). O Julgar Contemporâneo: apontamentos da presença kantiana na arte-educação. Anagrama, 5(1), 1-9. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/anagrama/article/view/35599
Seção
Artigos