Os Sertões, de Euclides da Cunha e Mensagem, de Fernando Pessoa: Uma Leitura Sebastianista

  • Vanusa da Mota Santana
Palavras-chave: Os Sertões, Mensagem, Sebastianismo

Resumo

Este presente estudo objetiva mapear traços sebastianistas presentificados nas obras: Os Sertões, de Euclides da Cunha refletindo como esta construção prosaica apresenta elementos da crença na volta do rei encoberto, estabelecendo um diálogo direto com as tradições portuguesas transferidas ao longo do processo de colonização do Brasil. E Mensagem, de Fernando Pessoa que reflete, através da construção poética, o mito sebastianista propondo a decifração nos sinais concretos do mundo e da história o significado do destino oculto que teria se condensado na história portuguesa

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanusa da Mota Santana
Graduada em Letras Vernáculas pela Universidade do Estado da Bahia – UNEB – Campus V
Publicado
2011-06-12
Como Citar
Santana, V. (2011). Os Sertões, de Euclides da Cunha e Mensagem, de Fernando Pessoa: Uma Leitura Sebastianista. Anagrama, 5(1), 1-10. Recuperado de http://www.revistas.usp.br/anagrama/article/view/35600
Seção
Artigos