Uma trajetória do Arquivo Fotográfico do Iphan: mudanças discursivas entre os anos 1970 e 1980

  • Eduardo Augusto Costa Universidade Estadual de Campinas; Instituto de Filosofia e Ciências Humanas; Departamento de História

Resumo

Este trabalho aborda questões relacionadas à representação imagética no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), especialmente entre as décadas de 1970 e 1980. Apresenta aspectos das mudanças profundas ocorridas no contexto político cultural brasileiro e também nos debates patrimoniais de âmbito internacional, na época, com fundamental atuação por parte da visualidade arquivada nesse instituto. Para tanto, centra-se a reflexão sobre o Arquivo Fotográfico do Iphan, como instituição chave na organização e na cristalização das ideias e narrativas quanto ao patrimônio. Não apenas o referencialmente em trabalhos realizados nas primeiras décadas de funcionamento desse instituto, mas a instauração de uma política editorial ao longo dos anos 1970 e 1980, as mudanças na organização institucional do Iphan na política cultural do país e a participação de fotógrafos na virada para a década de 1980 são apresentados como evidências notáveis da transformação posta em marcha a partir dos anos 1970. Finalmente, evidencia-se a preeminência do Arquivo Fotográfico no reconhecimento da própria trajetória do Iphan.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-04-01
Como Citar
Costa, E. (2016). Uma trajetória do Arquivo Fotográfico do Iphan: mudanças discursivas entre os anos 1970 e 1980. Anais Do Museu Paulista: História E Cultura Material, 24(1), 151-180. https://doi.org/10.1590/1982-02672016v24n0106
Seção
Estudos de Cultura Material/Dossiê