Trajetória e reconstituição digital de uma canoa do Museu Paulista – USP

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1982-02672019v27e18d1

Palavras-chave:

Canoa, Monções, Museu, Fotogrametria, Anatomia da madeira

Resumo

Nesse artigo, pretende-se elaborar a trajetória expositiva do beque de proa de uma canoa pertencente ao acervo do Museu Paulista desde seu ingresso na instituição, em 1924, até os dias atuais, refletindo sobre a construção da memória das monções no museu ao longo do tempo. Também serão abordadas as atividades interdisciplinares realizadas entre o Museu Paulista, o Laboratório de Anatomia Vegetal do Instituto de Biociências – USP e o Departamento de Engenharia Naval da Escola Politécnica – USP, a fim de melhor compreender a constituição do canoão, agora musealizado, por meio dos resultados obtidos a partir da pesquisa histórica, dos trabalhos de conservação, dos processos de identificação anatômica da madeira e de fotogrametria de curto alcance.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Aparecida de Menezes Borrego, Universidade de São Paulo / São Paulo, SP, Brasil

Mestre e doutora em História Social pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP) e pós-doutora em História Social pelo Museu Paulista da USP. Docente do Museu Paulista da USP e do Programa de Pós-graduação em História Social da mesma Universidade. A autora desenvolveu o artigo com o apoio da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo – FAPESP, modalidade Auxílio à Pesquisa, e no âmbito do Projeto Temático Coletar, identificar, processar, difundir: o ciclo curatorial e a produção do conhecimento. 

Bernardo Luís Rodrigues de Andrade, Universidade de São Paulo / São Paulo, SP, Brasil

Mestre e doutor em Engenharia Naval pela Escola Politécnica da USP e pós-doutor em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina. Docente do Departamento de Engenharia Naval e Oceânica da Escola Politécnica da USP.

Gregório Cardoso Tápias Ceccantini, Universidade de São Paulo / São Paulo, SP, Brasil

Mestre e doutor em Ciências Biológicas (Botânica) pela Universidade de São Paulo, e pós-doutor na Universidade de Harvard. Docente do Departamento de Botânica do Instituto de Biociências (IB) da USP.

Milena de Godoy Veiga, Universidade de São Paulo / São Paulo, SP, Brasil

Graduada em Ciências Biológicas pela USP. Doutoranda em Botânica no IB-USP.

Fillipe Rocha Esteves, Universidade de São Paulo / São Paulo, SP, Brasil

Graduado em Engenharia Naval pela Escola Politécnica da USP. Bolsista do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT).

Pedro Henrique Bulla, Universidade de São Paulo / São Paulo, SP, Brasil

Graduado em Engenharia de Produção na Escola Politécnica da USP.

Gabriel Bustani Valente, Universidade de São Paulo / São Paulo, SP, Brasil

Graduando em Engenharia Naval pela Escola Politécnica da USP.

Referências

FONTES MANUSCRITAS

MOTTA, Eugênio. [Carta]. Destinatário: Afonso d’Escragnolle Taunay. Porto Feliz, 25 out. 1917. Serviço de Documentação Histórica e Iconografia do Museu Paulista-USP. APMP/FMP – Série: correspondência.

MOTTA, Eugênio. [Carta]. Destinatário: Afonso d’Escragnolle Taunay. Porto Feliz, 27 dez. 1917. Serviço de Documentação Histórica e Iconografia do Museu Paulista-USP. APMP/FMP – Série: correspondência.

SERVIÇO DE DOCUMENTAÇÃO HISTÓRICA E ICONOGRAFIA DO MUSEU PAULISTA-USP. Relatório de Atividades referente ao ano de 1924. São Paulo, 1924. APMP/FMP.

TAUNAY, Afonso d’Escragnolle Taunay. [Carta]. Destinatário: Eugênio Motta. São Paulo, 29 nov. 1923. Serviço de Documentação Histórica e Iconografia do Museu Paulista-USP. APMP/ FMP – Série: correspondência.

TAUNAY, Afonso d’Escragnolle. [Carta]. Destinatário: Alarico Silveira, secretário do Interior. São Paulo, 8 jan. 1924. Serviço de Documentação Histórica e Iconografia do Museu PaulistaUSP. APMP/FMP – Série: correspondência.

TAUNAY, Afonso d’Escragnolle Taunay. [Carta]. Destinatário: Calixto de Paula Souza, inspetor da Estrada de Ferro Sorocabana. São Paulo, 6 jan. 1924. Serviço de Documentação Histórica e Iconografia do Museu Paulista-USP. APMP/FMP – Série: correspondência.

TAUNAY, Afonso d’Escragnolle. [Carta]. Destinatário: Cel. E. Johnston, superintendente da S. Paulo Railway Co. São Paulo, 19 jan. 1924. Serviço de Documentação Histórica e Iconografia do Museu Paulista-USP. APMP/FMP – Série: correspondência

TAUNAY, Afonso d’Escragnolle. [Carta]. Destinatário: Eugênio Motta. São Paulo, 1937. Serviço de Documentação Histórica e Iconografia do Museu Paulista-USP. APMP/FMP – Série: correspondência.

FONTES IMPRESSAS

ARNOLD, Béat. Le monoxyle du Museu Republicano à Itu. Mensagem recebida por em 04 dez. 2016.

AUTOGRAPHO do Padre Anchieta. O Estado de S. Paulo, 28 de abril de 1926, p. 5.

MORAES, Julio. Laudo de estado de conservação para transporte. São Paulo, 2010. Serviço de Objetos do Museu Paulista-USP .

MUSEU PAULISTA. O Estado de S. Paulo, 28 de janeiro. 1924, p. 3.

MUSEU PAULISTA. Abertura de novas salas – Recinto consagrado às monções – Iconografia das cidades mais antigas, O Estado de S. Paulo, 24 de março de 1944, p. 6.

FONTES ICONOGRÁFICAS

TAUNAY, Aimé-Adrien. A partida da Expedição Langsdorff, no Rio Tietê, 1825. Rio de Janeiro. Acervo do Instituto Moreira Salles. Coleção Martha e Erico Stickel.

FONTES TRIDIMENSIONAIS

Serviço de Objetos do Museu Paulista-USP. Canoão (beque de proa), RG 1-18-02-000-03999-00-00.

LIVROS, ARTIGOS E TESES

ABREU, Regina. A fabricação do imortal: memória, história e estratégia de consagração no Brasil. Rio de Janeiro: Rocco, Lapa, 1996.

ALBERTI, Samuel. Objects and the Museum. Isis, v. 96, n. 4, 2005, p. 559-571.

ALVES, Francisco J. S. A tradição monóxila náutica em Portugal e no Brasil – achegas para um debate sobre problemáticas comuns. IX Jornadas de Arqueologia Ibero-Americana – I Jornada de Arqueologia Transatlântica, Lisboa, 2013.

BALLETTI, Caterine et al. 3D Recosntruction of Marble Shipwreck Cargoes Based on Underwater Multi-Image Photogrammetry. Università Iuav di Venezia e Università Ca’ Foscari, Venice, Italy, 2015.

BARBOSA, Antonio Carlos Franco et al. A new method to obtain good anatomical slides of heterogeneous plant parts. IAWA Journal, v. 31, p. 373-383, 2010.

BOGUS, Ricardo Nogueira. O projeto museográfico da exposição Cartografia de uma história – São Paulo colonial: mapas e relatos. Anais do Museu Paulista. História e Cultura Material, São Paulo, vol. 17, n. 1, p.17-33, jun. 2009.

BREFE, Ana Cláudia. Museu Paulista: Affonso de Taunay e a memória nacional 1917-1945. São Paulo: Unesp; Museu Paulista, 2005.

CARVALHO, Francismar Alex Lopes de. Viajantes, mareantes e fronteiriços: relações interculturais no movimento das monções – século VXIII. Dissertação (Mestrado) – UEM, Maringá, 2006.

DONALDSON, Lloyd; SINGH, Adya P. Ultrastructure of Terminalia Wood from an Ancient Polynesian Canoe. IAWA Journal, v. 11, n. 2, p. 195-202, 1998.

FRANÇOZO, Mariana. ‘Dressed like na Amazon’: The transatlantic trajectory of a red feather coat. In HILL, Kate (org.). Museum and biographies: stories, objects, identities. Newcastle: Boydell Press, 2012, p. 187-199.

GILMAN, Michell J. Lake phelps dugout log canoes: conservation, retreatment, and public display. 2015. Dissertação (Mestrado) – East Carolina University, Greenville, 2015.

GODOY, Silvana. Itu e Araritaguaba na rota das monções (1718-1838). 2002. Dissertação (Mestrado) – Unicamp, Campinas, 2002.

HAHN, Hans Peter; WEISS, Hadas (orgs). Mobility, meaning & transformations of things: shifting contexts of material culture through time and space. Oxford: Oxbooks, 2013

HE, Xue Ming et al. Reverse Engineering of Free-Form Surface Based on the Closed-Loop Theory. Wuxi, China: School of Mechanical Engineering, Jiangman University, 2014.

HOLANDA, Sérgio Buarque de. Caminhos e Fronteiras. 3ª ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

HOLANDA, Sérgio Buarque de. Monções e Capítulos de Expansão Paulista; organização de Laura de Mello e André Sekkel Cerqueira. 4ª ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

HOLANDA, Sérgio Buarque de. Monções. 3ª ed. São Paulo: Brasiliense, 2000 (1945).

INSIDEWOOD. 2004-onwards. Disponível em: <http://insidewood.lib.ncsu.edu/search>. Acesso em: 20 nov. 2018.

KOELMAN, Herbert J. Application of a Photogrammetry-Based System to Measure and Reengineer Ship Hulls and Ship Parts: An industrial Practices-Based Report. Computer-Aided Design, Netherlands, v. 42, p. 731-743, 2010. KOLYVAS Efthymios et al. Application of photogrammetry techniques for the visual assessment of vessels’ cargo hold. Glasgow: University Strathclyde, 2014

KOPYTOFF, Igor. A biografia cultural das coisas. In APPADURAI, Arjun (org). A vida social das coisas. Niterói: EdUFF, 2008.

KOUTSOUDIS, Anestis et al. Multi-image 3D reconstruction data evaluation. Journal of Cultural Heritage, v. 15, n. 1, p. 73-79, fev. 2014.

KRAUS, Karl. Photogrammetry. Fundamentals and Standard Processes. Bonn: Dümmlers Verlag, 1997, v. 11.

KRAUS, Jane Elizabeth; ARDUIN, M. Manual Básico de Métodos em Morfologia Vegetal. Seropédica: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, 1997.

LIMA, Solange; CARVALHO, Vânia. São Paulo Antigo, uma encomenda da modernidade: as fotografias de Militão nas pinturas do Museu Paulista. Anais do Museu Paulista. História e Cultura Material, São Paulo, v. 1, p. 147-178, 1993.

LIMA JUNIOR, Carlos Rogério. Um artista às margens do Ipiranga: Oscar Pereira da Silva, o Museu Paulista e a reelaboração do passado colonial. Dissertação (Mestrado) – IEB/USP, São Paulo, 2015.

LINS, Marcelo; RIOS, Carlos. Canoas monóxilas da Lagoa de Extremoz, RN, Brasil. Fumdhamentos, São Raimundo Nonato, v. XIII, p. 94-107, 2016.

LUHMANN, Thomas et al. Close Range Photogrammetry – Principles, techniques and applications. Dunbeath: Whittles Publishing, 2011.

MAINIERI, Calvino; CHIMELO João Peres. Fichas das características das principais madeiras brasileiras. 2. ed. São Paulo: Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), 1989.

MENESES, Ulpiano Toledo Bezerra de. Memória e cultura material: documentos pessoais no espaço público. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 21, n. 1, p. 89-103, 1998.

NÉMETH, Peter Santos. O feitio da canoa caiçara de um só tronco: A cultura imaterial de uma nação, em 25 linhas. Dossiê para instrução de processo de registro de bem cultural de natureza imaterial junto ao IPHAN. São Paulo: IPHAN, 2011.

NOVASKI, Olívio; SUGAI, Miguel. MTM como ferramenta para redução de custos – o taylorismo aplicado com sucesso nas empresas de hoje. Revista Produção Online, Universidade Federal de Santa Catarina, v. 2, n. 2, out. 2002.

OLIVEIRA, Maria Alice Ciocca de; GRANATO, Marcus. Adaptação do método prosopográfico para construção de trajetórias de coleções de objetos. In: ASENSIO, Mikel; ASENJO, Elena; CASTRO, Yone. (Orgs.). Series de Investigación Ibero-Americana en Museología. Madri: Universidad Autónoma de Madrid, 2012, v. 6, p. 85-94. PARDIM, Sonia Chamon. Imagens de um rio: um olhar sobre a iconografia do rio Tietê. Dissertação (Mestrado) – Unicamp, Campinas, 2005.

RAMBELLI, Gilson; TOMAZELLO, Mário; CAMARGO, Plínio Barbosa de. A embarcação monóxila indígena de Bragança Paulista: uma análise arqueológica interdisciplinar. Revista FESB, Bragança Paulista, v. 1, p. 30-44, 2000.

RAMOS, Francisco Régis Lopes. Objetos do Caldeirão: museu, memória e cultura material (1936-1997). Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 24, n. 48, julho-dezembro de 2011.

RIOS, Carlos et al. A canoa monóxila pré-histórica da Lagoa de Extremoz, RN, Brasil. Clio Arqueológica, Recife, v. 30, n. 1, p. 78-91, 2015.

RUHL, Donna L.; PURDY, Barbara A. One Hundred-one Canoes on the Shore – 3–5,000 year old Canoes from Newnans Lake, Florida. Journal of Wetland Archaeology, v. 5, n. 1, p. 111- 127, 2005.

SKARLATOS, Dimitrios; KIPARISSI, Stavroula. Comparison of Laser Scanning, Photogrammetry and SFM-MVS Pipeline Applied in Structures and Artifical Surfaces. Melbourne: Dept of Civil Enginerring and Geomatrics, Cyprus University of Technology, 2012.

SOUZA, Carlos Celestino Rios e; LINS Júnior, Hamilton Marcelo Morais. A evolução da conoa monóxila em Pernambuco, Brasil (séculos XVI ao XX). Clio Arqueológica, Recife, v. 31, n. 2, p. 58-80, 2016.

TEODORO, Carla Regina de Oliveira et al. Aplicação de fotogrametria para o levantamento das características geométricas do casco de embarcações de planeio. In: XXIII Congreso Panamericano de Ingeniería Naval, Costa Afuera e Ingeniería Portuaria, 2013, Margarita. Libro de Ponencias y Conferencias del COPINAVAL, 2013, p. 1316-1353.

WERNECK, Gustavo. Canoa indígena construída em 1610 é encontrada em Minas Gerais. O Estado de Minas. Belo Horizonte, 6 mar. 2015. Disponível em: <https://bit.ly/2Po9h8a>. Acesso em: 20 nov. 2018. WHEELER, Elisabeth. InsideWood – a web resource for hardwood anatomy. IAWA Journal, v. 32 n. 2, 199-211, 2011.

WHEELER, Ryan J. et al. Archaic Period Canoes from Newnans Lake, Florida. American Antiquity, v. 68, n. 3, p. 533 551, 2003.

SOFTWARES

CLOUD COMPARE. Disponível em: <https://bit.ly/2L5I1qN>. Acesso em: 4 abr. 2017

GOM OPTICAL MEASURING TECHNIQUES. Application Example: 3D-Coordinate Measurement – Mobile 3D Coordinate Measurement for Shipbuilding. Alemanha, 2009.

GOM OPTICAL MEASURING TECHNIQUES. Application Example: Reverse Engineering – Model and Form Making: 3d Measurement of a GAJETA Using Tritop. Alemanha, 2008.

GOM PHOTOGRAMMETRY TRITOP 6.2 MANUAL BASIC. Alemanha, s/d.

Publicado

2019-12-03

Como Citar

Borrego, M. A. de M., Andrade, B. L. R. de, Ceccantini, G. C. T., Veiga, M. de G., Esteves, F. R., Bulla, P. H., & Valente, G. B. (2019). Trajetória e reconstituição digital de uma canoa do Museu Paulista – USP. Anais Do Museu Paulista: História E Cultura Material, 27, 1-41. https://doi.org/10.1590/1982-02672019v27e18d1

Edição

Seção

Museus/Dossiê: Métodos interdisciplinares de análise em acervos museológicos

Dados de financiamento