Dilatação dos confins: caminhos, vilas e cidades na formação da Capitania de São Paulo (1532-1822)

Autores

  • Beatriz Piccolotto Siqueira Bueno Universidade de São Paulo; Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-47142009000200013

Palavras-chave:

História da Urbanização, Capitania de São Vicente, Capitania de Santo Amaro, Capitania de São Paulo, Séculos XVI-XVIII, Rede urbana

Resumo

Este ensaio analisa a formação da rede urbana das capitanias de São Vicente e Santo Amaro, depois unidas na Capitania de São Paulo. Discute o processo de apropriação do sertão, a pulsação e dilatação dos confins ao sabor dos deslocamentos humanos e de interesses políticos. Interpreta o papel de capelas, freguesias, vilas e cidades no controle e produção de territórios metropolitanos em solos ultramarinos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-12-01

Como Citar

Bueno, B. P. S. (2009). Dilatação dos confins: caminhos, vilas e cidades na formação da Capitania de São Paulo (1532-1822) . Anais Do Museu Paulista: História E Cultura Material, 17(2), 251-294. https://doi.org/10.1590/S0101-47142009000200013

Edição

Seção

Estudos de Cultura Material