Decifra-me ou devoro-te

  • Dora Longo Bahia Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes.
Palavras-chave: arte, mercadoria, fetiche, estranho, autômato

Resumo

Decifra-me ou devoro-te apresenta uma análise da obra Olympia, do artista Edouard Manet. Trata-se de estabelecer uma comparação entre a pintura de Manet e o conto de E. T. A. Hoffmann, O homem de areia, levando-se em conta a relação entre as personagens femininas de ambos e a mercadoria.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dora Longo Bahia, Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes.
professora do Departamento de Artes Visuais da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo
Publicado
2015-12-22
Como Citar
Bahia, D. (2015). Decifra-me ou devoro-te. ARS (São Paulo), 13(26), 84-91. https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2015.106067
Seção
Arte, tecnologia e novas mídias