Historiografia Audiovisual: a história do cinema escrita pelos filmes

  • Luís Rocha Melo Universidade Federal de Juiz de Fora
Palavras-chave: Artes Visuais, História da Arte, Crítica de Arte

Resumo

Este artigo objetiva apresentar o trabalho desenvolvido pelo Grupo Historiografia Audiovisual (UFJF), que tem como foco o estudo de filmes que apresentem como tema o próprio cinema. Nosso percurso tem início com a pesquisa em andamento Historiografia audiovisual do cinema no Brasil; em seguida, estabeleço relações entre o meu trabalho como realizador e o conceito de historiografia audiovisual; por fim, trago dois estudos de caso, o primeiro sobre Panorama do cinema brasileiro (Jurandyr Noronha, 1968) e o segundo comparando Carnaval Atlântida (José Carlos Burle, 1953) e La dama de las camelias (José Bohr, 1947, Chile).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luís Rocha Melo, Universidade Federal de Juiz de Fora
Professor Adjunto III do Curso de Cinema e Audiovisual e do Programa de Pós-Graduação em Artes, Cultura e Linguagens do Instituto de Artes e Design da UFJF, cineasta e pesquisador. É lider do Grupo de Pesquisa Historiografia Audiovisual, onde desenvolve a pesquisa "Historiografia audiovisual do cinema no Brasil", financiada pelo CNPq e pela Fapemig.
Publicado
2016-12-28
Como Citar
Melo, L. (2016). Historiografia Audiovisual: a história do cinema escrita pelos filmes. ARS (São Paulo), 14(28), 221-245. https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2016.122967
Seção
Artigos