Metaesquema, metaforma, metaobra

  • Roberto Conduru Universidade Estadual do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Hélio Oiticica, Metaesquema, concretismo, neoconcretismo, Pinacoteca do Estado de São Paulo

Resumo

O texto analisa o Metaesquema de Hélio Oiticica, pertencente ao acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo. Partindo de indicações do artista sobre a série e lidando com as noções de esquema e forma, observa-se como a obra é um experimento que, ao mesmo tempo, segue e critica princípios do concretismo, apresentando características que seriam desdobradas no neoconcretismo. Em seguida, explorando a condição metafórica da obra de arte, o trabalho é relacionado à cidade, ao corpo e à dança, conectando-o, como metonímia, a outras séries do artista. Ao final, em diálogo com a bibliografia recente sobre os Metaesquemas, o texto destaca a ambiguidade própria ao trabalho em foco, tanto o Metaesquema quanto a obra de Oiticica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roberto Conduru, Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Roberto Conduru é historiador da arte, professor na Universidade do Estado do Rio de Janeiro [Uerj] desde 1995, pesquisador do CNPq e Cientista do Nosso Estado Faperj. Foi professor visitante na Southern Methodist University em Dallas [2014] e pesquisador visitante no Getty Research Institute em Los Angeles [2012], presidente do Comitê Brasileiro de História da Arte [2007-2011]. Entre outras obras, publicou Carl Einstein e a Arte da África [UERJ, 2015], Frida Baranek [Barléu, 2014], Pérolas Negras – Primeiros Fios [UERJ, 2013], Paulo Pasta [Barléu, 2013], Jorge Guinle [Barléu, 2009], Arte Afro-Brasileira [C/Art, 2007] e Willys de Castro [CosacNaify, 2005]. Entre outras mostras, é curador de "Axé Bahia: The Power of Art in an Afro-Brazilian Metropolis" [Fowler Museum – UCLA, Los Angeles], "Vontade Construtiva na Coleção Fadel" [MAR, 2013], "Incorporation: Contemporary Afro-Brazilian Art" [Centrale for Contemporary Art, 2011] e "Perles de Liberté – Bijoux Afro-Brésiliens" [Le Grand-Hornu, 2011].

Publicado
2017-10-27
Como Citar
Conduru, R. (2017). Metaesquema, metaforma, metaobra. ARS (São Paulo), 15(30), 63-74. https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2017.134617
Seção
Artigos