O beijo da morte e o seu contexto cultural e social

uma introdução à emergência da arte tecnológica ou digital

Palavras-chave: arte digital, arte tecnológica, história social da arte, arte contemporânea, novas mídias

Resumo

Neste texto, averiguamos a emergência das práticas artísticas englobadas pelo termo Arte, Ciência e Tecnologia (ACT) nos Estados Unidos e na Europa. Normalmente reconhecida pelos rótulos de Arte Digital ou Tecnológica, a ACT é uma designação generalista que discutivelmente engloba as práticas artísticas preocupadas com a adoção, teorização e difusão das novas tecnologias oriundas do pós-guerra. Não obstante, argumentamos que é a configuração institucional que melhor demarca a fronteira da ACT. Por meio de uma leitura despreocupada em legitimar essa produção, recordamos o contexto social e cultural que possibilitou o seu surgimento. O resultado é a constatação de uma prática isolada, com alto grau de especialização e, principalmente, com um alto grau de autonomia em relação à arte contemporânea. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

German Alfonso Nunez, Universidade de São Paulo (USP), Brasil

German Alfonso Nunez é PhD em História da Arte pela University of the Arts London. Pesquisador pós-doutor no Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. Financiada pela Fapesp (Processo 2017/13635-5), sua pesquisa se preocupa com o percurso das práticas artísticas reconhecidas pelos rótulos de arte digital, eletrônica, tecnológica ou, ainda, arte e novos meios, no Brasil. Coeditor do recente Handbook of popular culture and biomedicine: knowledge in the life sciences as cultural artefact (Springer, 2018). Também integra o coletivo de arte computacional [+zero], indicado para o Prêmio Pipa 2011. 

Publicado
2019-05-12
Como Citar
Nunez, G. (2019). O beijo da morte e o seu contexto cultural e social. ARS (São Paulo), 17(35), 93 - 115. https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2019.148923