Mário Pedrosa e Portinari

anotações sobre um texto esquecido

Palavras-chave: Mário Pedrosa, Candido Portinari, arte moderna no Brasil, Murilo Mendes, Ismael Nery

Resumo

Este artigo discute o texto “Pintura e Portinari”, de Mário Pedrosa, publicado em março de 1935, desconhecido por parte significativa dos historiadores da arte brasileira. Também é seu objetivo situar esse texto no âmbito do debate artístico do país dos anos 1930, apresentando sua contestação por Murilo Mendes, ainda no ano de sua publicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tadeu Chiarelli, Universidade de São Paulo (USP), Brasil

Tadeu Chiarelli é professor titular no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (PPGAV ECA USP). Entre 1983 e 2019, atuou como professor responsável pela disciplina História da Arte no Brasil (sécs. XIX e XX) junto ao Departamento de Artes Plásticas, ECA USP. Curador-chefe do MAM SP (1996-2000); diretor do MAC USP (2010-2014); diretor geral da Pinacoteca de São Paulo (2015-2017). Possui publicações nas áreas de História da Arte e História da Crítica de Arte no Brasil. Atua como curador e crítico de arte. Responsável pela coluna “Conversa de Bar(r)” no site da revista ARTE!Brasileiros .

Publicado
2019-08-26
Como Citar
Chiarelli, T. (2019). Mário Pedrosa e Portinari. ARS (São Paulo), 17(36), 21 - 40. https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2019.154765
Seção
Artigos