“Key-hole art”: Samuel Beckett e a peça televisiva

Palavras-chave: Samuel Beckett, peça televisiva, meio de produção

Resumo

O artigo situa as peças televisivas de Samuel Beckett em relação à questão da autonomia dos meios artísticos. Aponta-se uma forma de trabalho com o meio televisivo semelhante àquela desenvolvida por Beckett em outros meios (teatro, prosa, rádio): a crítica às convenções de cada gênero (drama, romance, filme televisivo) e o desenvolvimento dos meios de produção. Nesse contexto, o artigo destaca as condições de trabalho disponíveis ao artista nos estúdios da Süddeutscher Rundfunk, em Stuttgart, e, por fim, propõe uma análise de duas das peças televisivas: Eh Joe e … só as nuvens…. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciano Gatti, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

Luciano Gatti é doutor em filosofia pela Unicamp e professor do departamento de filosofia da Unifesp. É autor de Constelações: crítica e verdade em Benjamin e Adorno (São Paulo: Loyola, 2009) e A peça de aprendizagem: Heiner Müller e o modelo brechtiano (São Paulo: Edusp, 2015). 

Publicado
2019-12-30
Como Citar
Gatti, L. (2019). “Key-hole art”: Samuel Beckett e a peça televisiva. ARS (São Paulo), 17(37), 197-225. https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2019.163101
Seção
Artigos