De volta ao mundo da arte: releitura das Caixas Brillo de Warhol à luz de uma história da gravura

  • Julia Vidile
Palavras-chave: gravura, Andy Warhol, Arthur Danto, Caixas Brillo

Resumo

A História da Arte tradicional muitas vezes passa ao largo do papel fundamental da gravura na divulgação e distribuição de obras de arte, graças a suas possibilidades quase infinitas de reprodução. Por causa disso, corre-se o risco de perder de vista determinados sentidos que podem ser encontrados em obras contemporâneas. Tratamos aqui das Caixas Brillo de Andy Warhol (1964), consideradas desde sua primeira exposição um prenúncio do "anything goes" (Arthur Danto) e uma crítica à sociedade de consumo, mas que verossimilmente representam um eco da antiga tradição de reprodução de imagens para a divulgação do conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-01-01
Como Citar
Vidile, J. (2012). De volta ao mundo da arte: releitura das Caixas Brillo de Warhol à luz de uma história da gravura. ARS (São Paulo), 10(19), 38-47. https://doi.org/10.1590/S1678-53202012000100004
Seção
Arte, tecnologia e novas mídias